As ruínas de Machu Picchu são a mais famosa atração turística do Peru

Gosta de viajar e apreciar um pouco da história de nosso continente? Machu Picchu é uma boa opção para os amantes do passado.

None
Foto: Wikimedia Commons

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/11/2017 às 10:50
Atualizado às 14:16

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ela está situada a 2400 metros de altitude, em uma Mendoza é a terra do sol e do vinho na Argentina onde as montanhas tocam o céu e são envoltas por uma neblina, ora espessa ora fina, que a confere ares de mistério. Machu Picchu é, sem dúvida nenhuma, o local mais importante para se conhecer no Peru.

Patrimônio Material e Natural da Humanidade pela UNESCO e uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, a cidad, ainda tem muito a contar a seus visitantes sobre o seu esplendor de outrora. Erguida há mais de 600 anos pelo imperador inca Pachacuti, Machu Picchu foi redescoberta em 1911, pelo americano Hiram Bingham e surpreendeu os historiadores e arqueólogos da época, não só pelo tamanho e magnitude, mas também pelos ricos objetos lá encontrados, que demonstram as técnicas e o requinte de uma sociedade pré-colombiana altamente desenvolvida.

Turismo

Estima-se As ruínas de Machu Picchu são visitadas por mais de 2.500 turistas diariamente, o que dá uma média de mais de 900.000 visitantes anualmente! Dadas as cifras tão grandes, as cidades próximas, como Cusco e Aguas Calientes possuem uma estrutura para receber e transportar os viajantes até o local. A viagem pode ser feita de trem, com duração média de 3 a 4 horas, ou ainda, para os mais aventureiros, a pé, por meio das trilhas que compõe os Caminhos Incas. Viajando desta forma, costuma-se chegar em até 3 dias.

As construções de Machu Picchu foram todas feitas em pedras. Foto: Wikimedia Commons

Devido ao alto nível de degradação das ruínas, o número de visitantes diários a Machu Picchu esta sendo controlado pelas autoridades a fim de preservar o local. Por isso, está cada vez mais difícil conseguir andar pelo local sem a presença de um guia turístico e as visitações em grupo. Recomendamos que tudo isso seja agendado com antecedência para evitar imprevistos.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.