Reumatismo não é uma doença específica. Entenda!

Ao contrário do que muitas pessoas acreditam, o reumatismo não é uma doença, mas um distúrbio que agrega várias enfermidades diferentes

None
Na verdade, o reumatismo não é uma doença específica, mas um termo que se refere a diversas enfermidades. FOTO: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/07/2017 às 07:00
Atualizado às 07:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Dores localizadas, dificuldade para levantar os braços ou problemas para erguer objetos pesados podem ser sintomas de doenças reumáticas, aquelas que atingem as articulações e seus componentes, como músculos, cartilagens e tendões. Isso mesmo, doenças reumáticas. Ao contrário do que normalmente é dito por aí, o reumatismo não é uma doença, mas sim um conjunto de enfermidades. Vamos explicar!

O termo reumatismo é visto erroneamente por muitos como uma doença, no entanto, o correto é designá-lo como distúrbios reumáticos, que podem ser divididos em diversos tipos. “Não existe uma doença chamada reumatismo. Esse é um nome usado para qualquer doença ou condição que provoque dor nas articulações, ossos, músculos e sistema osteoarticular de uma maneira geral. Na verdade, quando falamos das doenças reumáticas, estamos falando de mais de 100 doenças diferentes. Cada uma delas tem características próprias com causas, sintomas e evolução totalmente diferentes”, esclarece o reumatologista Ari Halpern.

Principais doenças

Como já explicado, a palavra reumatismo não tem nenhuma correspondência clínica específica. Porém, quando se referem a ela, as pessoas geralmente estão pensando em algumas das inúmeras doenças que provocam dor nas articulações. Entre as mais frequentes estão a artrose (também chamada de osteoartrite), a artrite reumatoide, a gota e a fibromialgia.

Ao contrário do que acontece com os problemas cardíacos e gastrointestinais, por exemplo, onde o foco da doença é localizado em um órgão específico, o reumatismo não gera essa certeza de diagnóstico. Isso porque muitas pessoas acreditam que as enfermidades reumáticas são responsáveis por acometer o sistema osteoarticular, o que nem sempre é verdade, pois dentre os distúrbios que fazem parte desse grupo há também doenças autoimunes, como a febre reumática.

Existe prevenção?

Alguns hábitos são capazes de amenizar os sintomas das doenças e retardar o seu aparecimento, contudo, as doenças reumáticas não apresentam cura. O indivíduo que vai desenvolver reumatismo apresenta um padrão genético que vai favorecer o aparecimento do problema. Ou seja, se a pessoa nasceu com uma carga genética capaz de estimular o surgimento da artrite, por exemplo, passado alguns anos essa doença vai surgir, uma vez que ainda não existe meios na medicina para evitar essa situação.

Doenças reumáticas podem ser prevenidas e tratadas

Apesar de as doenças reumáticas não terem cura, podem ser tratadas e mesmo prevenidas. FOTO: iStock e Getty Images

Hora de detectar!

Por ser definido como um conjunto de doenças, o reumatismo não apresenta um exame específico para o seu diagnóstico. Assim, o médico precisa avaliar os sintomas apresentados e analisar o histórico clínico do paciente. O fundamental é que, ao sentir os desconfortos característicos das doenças reumáticas, a pessoa busque ajuda profissional, pois o diagnóstico precoce é uma das melhores formas de prevenir possíveis complicações das enfermidades e garantir qualidade de vida por mais tempo.

Texto: João Paulo Fernandes/Colaborador | Consultoria: Ari Halpern, reumatologista

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.