Proteínas X Massa Magra: entenda essa relação!

Você tem dificuldades para ganhar massa magra? Veja como uma alimentação rica em proteínas pode ajudar a reverter esse quadro!

None
FOTO: Istock.com/GettyImages

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/11/2016 às 08:29
Atualizado às 11:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Hábitos saudáveis são extremamente importantes para obter bons resultados na academia. Afinal, é por meio da alimentação que se obtém a energia necessária para encarar uma verdadeira maratona de exercícios. A massa magra, além de ser toda a massa do corpo que não é gordura, é também a responsável pela forma bem definida do corpo, adquirida por meio dos exercícios físicos.

massa-magra-proteina-saude-mulher-malhando

FOTO: Istock.com/GettyImages

Como ganhar massa magra?

Segundo o educador físico Thiago Martinez, as atividades físicas são essenciais para a obtenção da massa magra, sendo que tanto os exercícios aeróbicos quanto a musculação, quando combinados, possibilitam este e muitos outros benefícios. “A musculação contribui para o ganho de massa muscular, força e resistência localizada, tendo assim, como consequência, o ganho de massa óssea, que previne a osteoporose e a perda de função motora, além de também auxiliar na liberação de hormônios complementares aos hormônios liberados pela atividade aeróbica, tais como: aumento do GH, testosterona, insulina, entre outros”, explica.
As atividades aeróbicas também promovem muitos ganhos. “Elas são essenciais para a questão cardíaca e de caráter de resistência muscular, contribuindo para a prevenção de doenças em geral, através da melhora do sistema imunológico, da vitalidade e da energia”, completa Martinez. O ideal mesmo é combinar esses dois tipos de exercícios, contando sempre com a ajuda de um educador físico. É ele quem pode avaliar quais são os melhores exercícios para que você possa alcançar o seu objetivo.

Aliando-se às proteínas

O ganho de massa muscular também está ligado aos bons hábitos alimentares. E é através desses hábitos que o corpo obtém energia e qualidade para o bom funcionamento de todos os órgãos. “As proteínas são essenciais para o crescimento e manutenção dos componentes do organismo. Todos os tecidos, nervos, músculos, órgãos internos, pele, cabelos e unhas são dependentes de proteína”, informa a nutricionista Patrícia Davidson. Porém, há algumas restrições para conciliar o consumo desse tipo de alimento aos benefícios das atividades físicas. Se possível, optar sempre pelas proteínas consideradas magras, tais como filé de peixe, peito de peru ou frango, e também carnes bovinas com baixo teor de gordura.

massa-magra-proteina-saude-carne-frango-grelhado

FOTO: Shutterstock

E os vegetarianos?

As carnes não são os únicos alimentos que promovem uma maior concentração de proteínas no organismo. Para substituí-las, os vegetarianos podem consumir ovos, leite, inúmeros grãos e até mesmo legumes e cereais. Lembrando que é sempre muito importante consultar um especialista para verificar o valor nutricional correto de cada alimento consumido.

Consultoria: Patrícia Davidson, nutricionista;  Thiago Martinez, educador físico

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.