ESTILO DE VIDA

Rejeição paterna causa mais sofrimento do que a materna

Uma pesquisa mostrou que um filho rejeitado pelo pai pode sofrer mais do que se essa rejeição for feita pela própria mãe. Descubra como ela foi feita!

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/09/2016 às 19:17
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O poder da rejeição na vida das pessoas foi alvo de uma pesquisa realizada pela Universidade de Connecticut (nos Estados Unidos). A partir disso, foi constatado algo surpreendente: na infância, o pai pode ser mais importante para a criançado que a mãe. Uma explicação sugerida pelos pesquisadores é que o papel masculino ainda é bastante valorizado e pode vir acompanhado de mais prestígio e poder. Assim, os pequenos são mais afetados se o pai a tiver rejeitado, sofrendo com mais ansiedade e insegurança.

familia-pai-pesquisa-rejeicao-criança

FOTO: Shutterstock

Saiba mais!

Veja como funciona a terapia familiar

Entenda como a depressão afeta a vida das crianças 

Pesquisa: antidepressivos podem ser ineficazes em crianças e adolescentes