Veja as recomendações para cuidar corretamente dos dentes das crianças

Desde cedo, é importante se preocupar com os dentes das crianças e tomar precauções para evitar problemas futuros. Confira as dicas!

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 07/12/2017 às 13:44
Atualizado às 13:49

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Os pediatras e os odontopediatras são responsáveis pela higiene não só das crianças que já têm dentinhos, mas também dos bebês e das gestantes. Aliás, as mães devem procurar esses profissionais ainda durante a gravidez para se informar sobre os cuidados que devem ter a partir do nascimento”, recomenda o dentista Pedro Benatti, que conversou com Malu sobre os cuidados com os dentes das crianças.

Dentes de leite

Esse tipo de dente serve como preparação para a arcada permanente, então, é necessário ter cuidados especiais, principalmente com os menores, que não têm coordenação motora suficiente para fazer a higienização correta sozinhos. “É importante motivar e ensinar a criança a escovar os próprios dentes e passar o fio dental desde pequena, assim ela desenvolve um sentimento de responsabilidade pela saúde oral. Os pais também devem acompanhar de perto o nascimento e desenvolvimento dos dentes de leite”, ressalta.

Cuidando dos dentes das crianças

“Por volta dos 6 anos, é importante a mãe ficar atenta ao aparecimento do primeiro molar permanente, que é muito suscetível ao desenvolvimento de cárie”, explica Benatti. Entretanto, esse problema pode ser totalmente evitado se hábitos corretos forem cultivados, entre eles, escovar os dentes, pelo menos, três vezes por dia e ensiná-los como usar o fio dental. A consulta ao dentista também deve ser regular, de seis em seis meses.

Chupetas e dedo

“Não é verdade que o uso de chupeta ou o hábito de chupar o dedo deformem os dentes ou a arcada dentária da criança, desde que o costume acabe quando ela tiver no máximo 4 anos”, orienta o profissional. A idade limite se dá porque a partir daí os dentes da frente podem mudar de posição e acarretar problemas de desenvolvimento.

Texto: Daniela Andrioli | Consultoria: Pedro Benatti, dentista

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.