Ração ou comida? Confira qual é a melhor opção para o seu pet

Ração ou comida? Eis a questão, afinal qual a melhor opção para alimentar o seu animalzinho? Descubra agora e confira algumas dicas!

None
Foto istock.com/getty images

por Redação Alto Astral
Publicado em 30/11/2016 às 13:46
Atualizado às 12:50

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O organismo dos animais é muito sensível e apresenta necessidades nutricionais diferentes das humanas. Por isso, a ração sempre é a melhor opção. “Quando alimentamos os animais com comida caseira, na maioria das vezes, não estamos promovendo uma nutrição adequada”, conta a veterinária Adriane Heiko Tomimassu.

ração para cachorro

Foto: iStock.com/GettyImages

Vantagens da ração

Saúde: esse tipo de alimento deixa a pelagem mais bonita e brilhante, não provoca alergias pelo corpo e ainda aumenta o tempo de vida do animal.

Praticidade: “hoje, a maioria das pessoas trabalham, muitas não têm tempo para fazer a própria comida, imagine a de seu animal”, comenta a especialista.

Custo x benefício: sai mais em conta uma dieta à base de ração do que comida caseira. Além disso, ela ajuda a limpar os dentes, reduzindo o acúmulo de tártaro.

Desvantagens da comida

Animais de raças grandes, que tiverem uma alimentação reforçada demais, vão apresentar problemas como calcificações indesejadas ou o excesso delas. Filhotes que não tiverem uma dieta balanceada vão desenvolver, ao longo do tempo, o raquitismo (falta de cálcio e fósforo no organismo). Alergias alimentares, queda de pêlos, infecção urinária, problemas de crescimento e desenvolvimento e baixa na estimativa de vida são apenas alguns dos problemas que podem ser causados pela alimentação inadequada.

cachorro comendo ração

Foto: iStock.com/GettyImages

Ele não quer ração?

Caso isso aconteça, faça a troca gradativa da comida caseira para a ração ou de uma marca de ração para outra. Vale também adicionar água morna à ração seca: isso a deixa mais atrativa ao paladar. “O que não é indicado é fazer aquele caldinho de carne ou frango e misturar à ração”, alerta a veterinária.

Tipos de alimento:

Rações Super Premium: é feita a partir de carne de frango, ovelha, peru, vaca, etc. Seus ingredientes são melhores digeridos e, por isso, o consumo diário é menor.

Rações Standart: contêm farinha de carne e ossos, glúten de milho, gordura vegetal, etc. Porém, ainda não são ideais para uma eficiente digestão.

Rações Populares: são compostas de subprodutos de milho, soja, farelo de algodão, etc. Geralmente, não promovem uma boa digestão em cães e gatos, que precisam de alimentos de origem animal e não vegetal.

Leia também: