Veja quais são os benefícios do rabanete para a saúde

Você sabia que o rabanete é uma raiz rica em vitamina C e fósforo e é ótimo para a saúde? Saiba mais sobre esse tubérculo!

None
Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/12/2016 às 12:16
Atualizado às 12:51

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É possível que você já tenha passado por ele várias vezes em bancas de horti-fruits, mas, mesmo com toda a sua beleza, resistiu levá-lo para casa por não conhecê-lo. Com certeza, após ler esta matéria, você não vai mais ignorar o rabanete, especialmente porque ele é ótimo para a saúde e para a boa forma.

Rabanete vermelho saúde

                   Foto: Shutterstock

Nobre desconhecido

Original da região do Mediterrâneo, a hortaliça, que pertence à mesma família botânica da couve, couve-flor e brócolis, era muito consumida pelos egípcios. Atualmente, é um ingrediente constante na culinária asiática e francesa, onde é incluído em sopas, cozidos e aperitivos. Por aqui, seu consumo ainda é baixo, mas tem tudo para crescer por incrementar qualquer refeição.

O visual

O rabanete é uma raiz tuberculosa, de sabor picante e polpa branca e crocante. Pode ter a casca branca, vermelha e branca ou só vermelha, sendo esse último o tipo mais consumido pelos brasileiros. Varia em tamanho e em forma: redonda, oval ou alongada. Em geral, é vendido em maço e suas folhas podem ser aproveitadas em sopas, refogados e recheios.

No ponto

Ao comprar rabanetes, prefira os de cor mais vibrante e com aspecto de fresco. Raízes duras ou esponjosas indicam que o produto já não está bom para o consumo. Para não murcharem, mantenha-os na geladeira em saco plástico, sem as folhas.

Surpreendente

Fonte de vitamina C, fósforo e fibras, previne o envelhecimento precoce, favorece a formação de massa óssea e ajuda no funcionamento do intestino. O rabanete contém glicosinalatos, fitoquímicos que evitam o surgimento de tumores. Também possui substâncias que potencializam a ação de enzimas, aumentando a eliminação de toxinas pelo fígado. Como só tem 14 calorias em cada 100g, é ótimo para quem precisa controlar a fome e quer perder peso.

Ilustração: Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), da Unicamp

Texto: Redação Alto Astral

Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa

LEIA TAMBÉM: