“Química” do amor: confira como o sentimento transforma nossos corpos e mentes!

Um amor correspondido proporciona experiências únicas que vão além do friozinho na barriga e das "borboletas no estômago"!

None
(Foto: Shutterstock)

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/12/2017 às 13:18
Atualizado às 13:18

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

De uma perspectiva física e cognitiva, o amor é uma ação humana que ainda buscamos compreender. Mas uma coisa é fato: abstrato, misterioso ou complicado, ele se reflete em nossos corpos e proporciona sensações e estados físicos e mentais diferentes dos de uma pessoa que não está vivendo uma paixão.

Em muitos aspectos, tal circunstância é determinada por hormônios e neurotransmissores que regulam o funcionamento do nosso cérebro. Conheça os mais importantes membros dessa neurociência amorosa e suas funções em nosso organismo.

“Química” do amor:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.