Conheça a técnica da programação neurolinguística

Saiba todos os detalhes sobre o método de programação cerebral, que dá uma força para mantermos a positividade em nossa vida.

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/08/2016 às 18:37
Atualizado às 11:29

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Muita gente não se dá conta de que manter uma atitude mental positiva a maior parte do tempo é uma ferramenta sutil, mas bastante eficaz, para encarar de frente qualquer obstáculo. Pensando nisso, tem se tornado bastante popular, principalmente no ramo empresarial, o uso da programação neurolinguística (PNL).

Conheça a técnica da programação neurolinguística

FOTO: Shutterstock.com

Programação cerebral

A programação neurolinguística surgiu nos anos 1970, nos Estados Unidos, e é fruto do trabalho conjunto entre um matemático e um linguista. A técnica pode ser comparada a um software(programa de computador), que muda o funcionamento do hardware (a máquina ou, nesse caso, o cérebro).

Portanto, é como uma reprogramação cerebral. Um dos princípios básicos diz que a percepção que alguém tem do mundo ao seu redor é influenciada por seus padrões de pensamento. Uma vez modificados, novos padrões resultam em comportamentos mais positivos.

Dentro desse contexto, mesmo algo simples como a escolha cuidadosa das palavras empregadas pela pessoa em suas conversas – inclusive, nos diálogos consigo própria, em pensamento – já irá proporcionar resultados eficazes no âmbito emocional. Não se trata de ignorar possíveis problemas que exigem atenção, mas sim encará-los desde o início com uma postura mais produtiva, de quem, sem desespero, acredita em uma solução.

Leia também:

Conheça a neuróbica: ginástica para os neurônios

7 dicas para exercitar seus neurônios agora mesmo

Texto: Marcelo Ricciardi/Colaborador – Edição: Victor Santos
Consultorias: Edith Rubinstein, psicopedagoga; Márcia Fraga, psicóloga e psicanalista.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.