ESTILO DE VIDA

Confira as principais diferenças entre ioga e Pilates

Você sabe quais as diferenças entre ioga e Pilates? São várias. As diferenças entre os dois vão desde a origem até técnicas usadas em cada um. Confira!

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/09/2016 às 19:27
Atualizado às 20:58

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

As diferenças entre Pilates e ioga são muitas, desde a origem e a filosofia de cada método até questões técnicas como a respiração, as posturas e outros princípios relacionados com a movimentação propriamente dita.

mulher, meditando, relaxando, sentada, jardim, grama, sozinha, ioga

Foto Shutterstock.com

O ioga nasceu na Índia há cerca de cinco mil anos e foi codificado bem mais tarde pelo mestre Patanjali. Já o pilates foi idealizado por um alemão, em 1914.

mulher praticando pilates

Foto Shutterstock.com

“O ioga tem diferentes linhas, algumas mais filosóficas, outras mais físicas, enquanto que o pilates tem diferentes escolas que apontam princípios distintos entre si, mas que se utilizam dos mesmos movimentos e do repertório criado pelo próprio Joseph Pilates. O método alia a forma dinâmica e funcional de seus movimentos com o objetivo de melhorar a longevidade e o conforto do indivíduo”, explica a médica e fisioterapeuta Elaine de Markondes.

mulher praticando ioga

Foto Júlio Ricco / Colaborador

Para Solaine Perini, presidente da Associação Brasileira de Pilates (ABP), tanto o ioga quanto o Pilates são métodos que geram certa curiosidade. “O Pilates com seus aparelhos de madeira que são diferentes dos aparelhos que estamos acostumados a ver nas academias, e o ioga com posturas que geram estranheza, como ficar de cabeça para baixo”, conta.

Mulher, linda, morena, ginástica, fazendo pilates em casa

Foto Shutterstock.com

Segundo Solaine, o principal diferencial de ambos é a respiração: “enquanto no Pilates a respiração é feita com a inspiração pelo nariz e expiração pela boca, a respiração mais usada nas aulas do ioga é a inspiração e expiração feitas pelo nariz. Mas nos dois casos deve ser profunda e lenta, tranquilizando pensamentos para melhorar a concentração e aumentar a entrada de oxigênio no corpo, o que é fundamental para a prática de exercícios”, explica.

Saiba mais:

Aposte em exercícios dentro de casa para secar a barriga

Saiba quais são os melhores exercícios para cada idade

Os melhores exercícios físicos para cada necessidade

Consultoria Elaine de Markondes, médica e fisioterapeuta; Solaine Perini, presidente da Associação Brasileira de Pilates