Existe prevenção para a osteoporose? Descubra!

Sabia que, apesar de a osteoporose costumar aparecer apenas na velhice, é ainda na infância que se começa a cautela? Veja algumas dicas de prevenção!

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 01/11/2016 às 13:50
Atualizado às 11:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Apesar de a osteoporose costumar aparecer apenas na terceira idade, é ainda na infância que se começa a cautela. “A verdadeira prevenção começa cedo, desde a alimentação na infância, sem refrigerantes, passando pela atividade física na hora certa. O osso recebe muito bem tudo aquilo de bom que fazemos para o corpo”, diz o ginecologista Bruno Muzzi Camargos. Mantendo bons hábitos ao longo da vida, as chances de desenvolver osteoporose quando adulto reduzem. Porém, assim como qualquer outra doença, a prevenção também envolve exames que podem detectar o problema precocemente, permitindo ao paciente, junto com o médico, adotar medidas que barrem o seu avanço e, assim, evitem consequências graves como uma fratura.

idoso-prevencao-osteoporose-alongamento-exercicio

FOTO: Shutterstock

A densitometria óssea

Esse exame é muito importante para detectar a doença. Nele, o paciente, deitado, passa por um aparelho que emite baixa radiação e avalia as áreas que estão mais sujeitas ao risco de fraturas, como coluna e fêmur. O exame é rápido, indolor e indicado principalmente para mulheres acima de 65 anos e homens acima de 70 anos. Contudo, em alguns casos o médico pode pedir a realização antes dessa idade, assim, o ideal é consultar o profissional de saúde regularmente. Alguns desses casos são pessoas com baixo peso, fratura prévia ou que possuem doenças que aumentam o risco de osteoporose. “O primeiro exame também pode ser associado com a menopausa. Parou a menstruação, é a hora certa para fazer a densitometria óssea para as mulheres, pois a reposição hormonal pode ser um tratamento preventivo”, acrescenta o ginecologista.

Qualidade de vida

Desde a infância, o nutricionista é um dos profissionais que podem ajudar e muito na prevenção da osteoporose, indicando os melhores alimentos a serem consumidos para esse fim, dentro de uma dieta balanceada, que atenda às necessidades de cada fase da vida. Além disso, a prática de atividades físicas regulares para fortalecer a musculatura deve ser uma atitude cultivada durante toda a vida para que as doenças recorrentes da terceira idade mantenham-se longe.

idoso-prevencao-osteoporose-alongamento-exercicio

FOTO: Shutterstock

Cuidado também para os homens

A osteoporose atinge um maior número de mulheres, o que não significa que os homens estejam imunes à doença. Para homens saudáveis, a densitometria é indicada apenas a partir dos 70 anos, porém, homens que precisaram passar por quimioterapia para câncer de próstata devem fazê-la independentemente da idade, já que esse tratamento agride os ossos. “Junto com a cirurgia de próstata, que é muito comum, algumas pessoas também precisam tomar remédios para diminuir a testosterona, pois esse hormônio é um fator de proteção. Então esses homens também precisam fazer o exame antes dos 70, 65 anos”, complementa o ginecologista.

Frequência

A densitometria óssea pode ser repetida a cada um ou dois anos, dependendo dos resultados. “Pode acusar uma alteração chamada osteopenia, que não é a osteoporose, mas é o momento de se aumentar a prevenção, embora não seja a prevenção ideal que deve acontecer desde a juventude. Cálcio, vitamina D, atividade física e o monitoramento do problema podem diminuir o risco de fratura”, afirma Camargos.

Consultoria: Bruno Muzzi Camargos, ginecologista

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.