Por que sentimos tanta insegurança em certos momentos?

Entenda e descubra as razões por que sentimos insegurança em diversas situações da nossa vida, algo que torna as pessoas tão insatisfeitas

None
FOTO: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/09/2016 às 19:01
Atualizado às 08:08

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Após tantas adversidades que já enfrentamos ao longo dos tempos – sem tirar a relevância dos problemas atuais –, o que explica a origem da insegurança, que afeta boa parte das pessoas em certos momentos, tornando-as insatisfeitas com a própria vida e personalidade?

Por que sentimos tanta insegurança em certos momentos?

FOTO: iStock.com/Getty Images

Níveis e razões da insegurança

“A insegurança pode ser maior ou menor, dependendo da pessoa e do tipo de situação que ela está enfrentando. Isso pode ser relacionado com indivíduos que estão passando por uma fase de desgaste mental e físico, pois suas defesas nessas áreas estão sendo utilizadas no extremo”, explica Laura Cristina Alberto, professora do curso de psicologia na Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo (SP).

Contudo, essa exaustão não é unanimidade no que diz respeito à origem do desamparo aprendido.
Conforme aponta Igor Costa Palo Mello, mestre em psicologia e professor na Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), em Presidente Prudente (SP), a falta de experiência e influência positiva no assunto em questão também são fatores que desencadeiam esse bloqueio. “Além disso, não saber dimensionar de maneira correta os desafios pode ser considerado um dos principais motivos que originam essa barreira motivacional”, complementa.

Pense diferente

A maneira na qual o desamparo aprendido age nas pessoas pode estar relacionada à resistência que uma parte dos seres humanos tem em relação às mudanças, ou seja, para fugir do comum e buscar algo diferente. “Esse tipo de situação afeta o estado de segurança da pessoa, traz incertezas quanto aos resultados que podem ser obtidos a partir de algo desconhecido”, descreve Laura.

Ao recorrer sempre às mesmas soluções usadas anteriormente, a pessoa pode terminar condicionada a resolver os problemas sempre da mesma forma, o que nem sempre irá funcionar. Portanto, é preciso aproveitar a experiência adquirida, sem deixar que ela se torne uma zona de conforto.

“Quanto maior a sensação de insegurança frente ao ambiente, mais se recorre a padrões conhecidos pela eficiência em situações anteriores, seja para preservar o organismo diante das ameaças do ambiente ou para produzir sensação prazerosa”, complementa Igor.

Leia também:

Insegurança: o que ela causa no organismo e como evitar

Texto: Vitor Manfio/Colaborador – Edição: Victor Santos
Consultorias: Igor Costa Palo Mello, mestre em psicologia e professor na Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), em Presidente Prudente (SP); Laura Cristina Alberto, professora do curso de psicologia na Universidade Anhembi Morumbi.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.