ESTILO DE VIDA

Poluição sonora: cuide da sua saúde auditiva!

Fique atento ao barulho que seus ouvidos recebem todos os dias. Você pode estar sofrendo com a poluição sonora. Confira os prejuízos dessa exposição!

None
Foto Istock.com/Getty images

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/10/2016 às 20:15
Atualizado às 20:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Buzinas, auto-falantes, sirenes… o barulho excessivo tem efeitos nocivos na nossa saúde de um modo geral e é chamado por poluição sonora. Ele pode causar problemas de audição, provocar stress, aumentar a pressão sanguínea e o ritmo cardíaco.

mulher tampando as orelhas

Foto Istock.com/Getty images

CONSEQUÊNCIAS GRAVES

A poluição sonora é a alteração das propriedades físicas do meio ambiente causada por puro ou conjugação de sons. “Ela pode causar insônia, depressão, perda de audição, agressividade, falta de atenção, perda de memória, dores de cabeça, hipertensão, cansaço, gastrite e úlcera, baixo rendimento escolar e surdez”, diz a otorrinolaringologista Manuela Matos.

ALERTA!

Especialistas dizem que 55 decibéis é o nível máximo de ruído que uma pessoa deve estar exposta, sem que este cause malefícios. Porém, a maior parte da população que reside nos grandes centros urbanos está exposta á poluição sonora . “Um indivíduo pode perder a audição total se ficar sujeito, todos os dias, durante 8 horas seguidas, a sons intensos superiores a 85 decibéis”, diz Manuela Matos.

mulher tampando os ouvidos com os dedos

Foto Istock.com/Getty images

PREVENÇÃO

  • Não frequente, com regularidade, locais barulhentos;
  • Ouça música em tom médio;
  • Use protetores auditivos se trabalha num local com barulho acima do normal;
  • Evite gritar em locais fechados;
  • Ao ouvir música com fones, opte por um volume baixo;
  • Prefira ficar longe das caixas de sons em festas;
  • Feche as janelas do seu veículo em locais de trânsito barulhento.

Leia também:

Consultoria Manuela Matos, otorrinolaringologista