ESTILO DE VIDA

Plantas medicinais – mitos e verdades

Desvende algumas dúvidas sobre plantas medicinais, capazes de tratar doenças e produzir medicamentos, e saiba valorizar esses poderosos vegetais

None
FOTO: Istock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/08/2016 às 13:06
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O conhecimento milenar sobre o poder das plantas medicinais ainda intriga estudiosos. É fato que elas são capazes de tratar das mais diversas doenças além de servir como base para produção de muitos medicamentos. Desvende algumas dúvidas sobre o tema e saiba valorizar essas plantas poderosas.

Qual é a diferença entre os fitoterápicos e as plantas medicinais encontradas na natureza?

Os fitoterápicos são feitos à base de plantas medicinais, mas antes de serem comercializados passam por pesquisa e são registrados pela anvisa (agência Nacional de Vigilância Sanitária) após comprovação de sua eficácia em tratamentos. atualmente, existem mais de 430 medicamentos registrados e cerca de 55 mil espécies de plantas pesquisadas (catalogadas).

FOTO: Istock.com

FOTO: iStock.com

Os fitoterápicos realmente funcionam?

“Sim, pois passam por uma avaliação que deve comprovar a eficácia, a segurança e a qualidade. Os fitoterápicos vão ganhar mais espaço com o passar dos anos, pois as opções de descobertas por processo químico estão diminuindo.”

Usar fitoterápicos sem orientação médica pode causar problemas?

Sim, pois são considerados medicamentos como outro qualquer, só costumam causar menos efeitos negativos. O ideal é seguir o que recomenda o médico ou a própria bula.

Tomar chá pode curar doenças?

“Não, chás nem plantas moídas podem ser confundidos com medicamento, portanto, não devem ser usados como um tratamento específico.”

CONSULTORIA: Rita de Cássia Salhani Ferrari: médica geriatra especializada em Fitomedicina pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), de São Paulo-SP