ESTILO DE VIDA

Os piolhos são comuns nas crianças em idade escolar: como evitar!

Confira dicas dadas por especialistas em piolhos para prevenir e se livrar deste inseto que incomoda as crianças na fase escolar

None
Os piolhos são muito comuns em crianças. Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/04/2017 às 14:27
Atualizado às 12:42

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você sabia que a pediculose é uma doença causada pelos piolhos e atinge principalmente crianças em fase escolar? Um estudo apresentado no V Congresso Internacional de Conhecimento Científico verificou que 53% das crianças com idade escolar apresentavam algum grau de infestação por piolhos. Saiba mais sobre esses insetos e como proteger os pequenos com as dicas dos especialistas da Kwell.

Onde os piolhos ficam?

As zonas onde os insetos preferem se alojar são especialmente a nuca e atrás das orelhas. Eles multiplicam-se diariamente em ritmo acelerado, gerando inúmeros ovos, conhecidos como lêndeas, que grudam nos fios de cabelo bem perto do couro cabeludo.

Como é transmitido?

Eles não conseguem saltar ou voar, mas os piolhos podem ser transmitidos de pessoa para pessoa por meio do contato íntimo, como abraçar, ou dormir na mesma cama. O contato com objetos também pode transmitir o piolho, como compartilhar pentes, chapéus e bonés e arcos de cabelo.

Quais são os sintomas?

Em alguns casos, a infestação de piolhos é assintomática, ou seja, não há nenhum problema aparente. Mas na maioria das vezes, as crianças sentem muita coceira na cabeça, que acontece por causa da picada do piolho ao tentar se alimentar. Alguns casos são tão intensos que a criança se coça tanto e chegam a produzir feridas na pele.

Mantenha os piolhos longe das crianças!

  • Não deixe seu filho compartilhar a escova de cabelos com outra pessoa;
  • Prenda os cabelos dos pequenos em coques ou rabos de cavalo;
  • Bonés não podem ser compartilhados e devem ser lavados frequentemente;
  • Xampus com perfume atraem piolhos – prefira produtos sem cheiro.

Não se esqueça: enquanto houver piolhos, a criança não deve ir à escola. Avise a direção do colégio sobre a ausência do filho e alerte para que outras mães possam ficar verificar a existência de piolhos nos pequenos.

LEIA TAMBÉM:

Sujeira faz bem: crianças precisam ser livres para brincar!

5 dicas para aumentar o rendimento escolar das crianças

Tênis de rodinha: será que ele é prejudicial para crianças? Entenda