Pimenta cambuci: incremente suas refeições com saúde!

Pimenta é um alimento muito ardido, não é? Depende. No caso da cambuci, o seu ardor é suave e ela é uma ótima opção na hora de compor sua salada!

None
Foto: Stela Handa/Colaboradora

por Redação Alto Astral
Publicado em 28/10/2016 às 10:40
Atualizado às 11:51

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Dentre os inúmeros tipos de pimentas existentes, a pimentacambuci se destaca. Podendo ser encontrada facilmente em supermercados e feiras, é considerada umas das mais suaves existentes no meio nutricional. São inúmeras receitas que permitem usá-la como ingrediente ou acompanhamento, trazendo um toque de requinte e um sabor especial.

Pimenta cambuci

Foto: Stela Handa/Colaboradora

Combina com

Seu formato também é um dos responsáveis por tamanha versatilidade. Ela pode ser fatiada, utilizada inteira (o que enobrece o prato) e até mesmo recheada, valorizando o sabor e trazendo inovação à mesa: queijos, carne bovina, refogado de legumes… Basta escolher o ingrediente que mais agrada, retirar as sementes da pimenta e estará provado que o seu sabor funciona muito bem na maioria dos pratos!

Cuidados e vantagens

“A pimenta melhora a produção de sucos gástricos, sendo contraindicada para pessoas portadoras de gastrite ou úlcera“, Tamara Mazaracki, nutróloga e médica ortomolecular. Ela auxilia na digestão e é um alimento termogênico, acelerando o metabolismo do corpo e facilitando a queima de gorduras.

Outras pimentas saborosas

  • Chili: conhecida por incrementar pratos que compõem a culinária mexicana, pode ser usada nas mais variadas receitas: carnes, vegetais, aves, sopas e inúmeros molhos. Sua marca registrada é o sabor muito picante.
  • Cumari: o tamanho pequeno não interfere em seu sabor: ela é muito picante! Essa variação de pimenta é famosa no Brasil, sendo utilizada tanto na forma natural como em conserva em diversos pratos.
  • Dedo-de-moça: disponível nas cores vermelha e verde, essa pimenta possui um sabor equilibrado – nem tão picante, nem tão suave. Está presente, em sua maioria, na confecção de molhos, que tornam-se muito mais saborosos com o toque especial.
  • Malagueta: é uma das mais picantes existentes, sendo famosa por compor pratos como feijoadas, assados de peixes, entre outras. Além disso, atrai muitos fãs que a preferem em conserva, servindo como acompanhamento para as mais variadas comidas.

Salada de palmito e pimenta cambuci

Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 40min

Ingredientes:

  • 1 vidro (300g) de palmito em conserva
  • 2 copos (500ml) de água
  • Azeite a gosto para regar
  • Suco puro de 1 limão
  • Sal a gosto
  • 3 tomates em rodelas
  • Salsinha picada a gosto
  • 200g de pimenta cambuci fatiada

Modo de preparo

Desfie o palmito em tirinhas bem finas. Na medida em que for desfiando, vá colocando o palmito em água com limão e sal. Escorra muito bem e regue com azeite. Sirva a salada em pratinhos individuais, com rodelas de tomate não muito maduros, salpicados com salsinha e decorados com a pimenta cambuci.

Texto: Paula Santana

Consultoria: Tamara Mazaracki, nutróloga e médica ortomolecular

Aprenda a identificar os primeiros sinais de ansiedade. Baixe nosso e-book totalmente grátis.

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.