Pilates e treinamento funcional: qual a melhor opção de treino?

Cada um possui sua vantagem específica e são ótimas atividades físicas. Para você, seria mais adequado o treino de pilates ou funcional?

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 26/09/2017 às 13:25
Atualizado às 12:25

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Praticar atividades físicas é obrigação para manter um estilo de vida saudável. Mas como escolher a melhor alternativa de treino diante de tantas opções? Saiba mais sobre pilates e treinamento funcional e escolha qual exercício vai te ajudar a alcançar seus objetivos.

Pilates

Esse método de treino está baseado na respiração e postura correta da coluna. Par isso trabalhamos para fortalecer os músculos da tronco e abdome. É uma ótima opção para quem já está no peso ideal e busca tonificar os músculos e manter o corpo em seu melhor estado de saúde. O treino, apesar de ser muito assertivo para o tônus muscular, não é eficaz para quem deseja ganhar massa, ficar mais forte e “bombar” os músculos. O Pilates é uma modalidade para ser praticada a longo prazo para manutenção da saúde, definir de braços, pernas, abdome e glúteo. Se combinado com exercício de Cardio, que ajudam na resistência física e elevam a frequência cardíaca, o Pilates se torna uma modalidade completa. Seu principal diferencial é a flexibilidade e capacidade de treinar o corpo inteiro durante as sessões.

Pilates, treinamento, atividade física, mulher

Foto: Shutterstock.com

Treinamento funcional

Indicado para quem deseja emagrecer. O exercício é uma copia daquilo que o corpo faz em situações cotidianas. O segredo do treinamento funcional é no mesmo movimento ativar o maior número de músculos do corpo, levando a pessoa a gastar mais energia e calorias durante o processo. O principal objetivo é trazer de volta a funcionalidade do corpo que vai sendo perdida à medida que ficamos sedentários. A base do exercício é empurrar, puxar, agachar, levantar, pular, equilíbrio, força e agilidade. São ações cotidianas que nos ajudam a manter o corpo ativo e longe do sedentarismo. Outra vantagem é o ganho de massa muscular similar ao da musculação e a quebra de rotina parecida com o Cross Fit. Apesar das inúmeras vantagens eda praticidade de colocar o corpo em movimento em qualquer lugar sem o auxílio de parelhos complexos, o Treinamento Funcional precisa ser acompanhado por uma educador físico para evitar lesões.

Pilates, treinamento, atividade física, mulher

Foto: Shutterstock.com

Combinar pilates e treinamento funcional

Unir as duas atividades é o melhor cenário para manter o corpo em dia com a saúde. Ao associar os dois exercícios é possível conquistar os melhores benefícios além de tornar as aulas sempre dinâmicas e nada repetitivas. Outra vantagem é a personalização completa do treino sempre focado nos resultados que o aluno deseja alcançar.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.