ESTILO DE VIDA

Prazer, Pilates! Conheça os 6 princípios básicos da técnica

Em 1962, Joseph Pilates baseou-se em 6 princípios básicos para criar o Pilates. Saiba quais são e como funciona cada um deles

None
Foto Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 24/08/2016 às 21:00
Atualizado às 20:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Para perder peso, arrumar a postura ou para aumentar a autoestima: existem diversos motivos para praticar Pilates.  “O método fornece ferramentas necessárias para a educação da consciência, para que a pessoa possa cuidar mais de si mesma e beneficiar-se através da prática dos exercícios. A rápida percepção dos resultados tem incentivado um número cada vez maior de praticantes”, diz a fisioterapeuta Solaine Perini. Que tal conhecer melhor a técnica e seus princípios básicos? Confira!

mulher praticando pilates

Foto Shutterstock.com

1. Concentração

Para trabalhar o físico é necessário estar presente com a mente, pois é ela quem comanda a ação. “Por isso, é fundamental prestar atenção aos movimentos executados e observar como os músculos respondem”, indica o educador físico Thiago Martinez.

2. Respiração

A respiração completa renova a circulação do ar, oxigena o sangue e ainda ajuda no controle dos movimentos durante os exercícios e no dia a dia. A respiração deve estar coordenada com o movimento, inspirando na pausa e expirando durante a movimentação.

3. Controle

A  prática busca o domínio muscular, sem movimentos descuidados, automáticos ou casuais. “Nenhum exercício no pilates é feito somente por fazer, cada movimento tem uma função”, destaca Thiago.

4. Precisão

mulher fazendo pilates com a bola

Foto Shutterstock.com

Todos os exercícios devem ser realizados com um propósito, pois poucos movimentos precisos são mais proveitosos do que muitos realizados aleatoriamente e sem a devida vontade.

5. Centralização

Abdômen, lombar, quadris e glúteos formam o centro de força, ou “power house”. Um grande grupo de músculos nesse centro dão a sustentação ao corpo e toda a energia necessária à realização dos exercícios se inicia nela e flui para as extremidades. É por isso que, para realizar os movimentos de maneira adequada, melhorar a postura no dia a dia e até deixar a silhueta mais harmoniosa, fortalecer a power house é essencial.

Leia também

Você sabia que as cores podem auxiliar na hora de meditar? Confira!

Qual o melhor exercício para cada idade?

Meditação: prática que faz bem para o cérebro

6. Fluidez

“No método Pilates não existem movimentos estáticos, isolados, porque o corpo não funciona naturalmente dessa maneira. Pelo contrário, eles são fluidos, como todo movimento básico humano”, explica o educador físico.

Consultoria Thiago Martinez, educador físico