Petrópolis: veja como aproveitar as atrações da cidade serrana

Petrópolis transpira realeza: foi fundada por Dom Pedro II, com a construção de sua residência de veraneio. Veja como aproveitar as atrações da cidade!

None
FOTO: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 16/09/2016 às 08:57
Atualizado às 14:04

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Petrópolis transpira realeza: foi fundada por Dom Pedro II, quando o imperador construiu em meio às paisagens da Mata Atlântica sua residência de veraneio. Do rico passado, a cidade ainda conserva com orgulho a bela arquitetura dos palacetes e os inúmeros monumentos erguidos nos séculos 19 e 20. Veja como aproveitar as atrações da cidade!

História e cultura

Os 44 cômodos do palácio de Dom Pedro II abrigam hoje o Museu Imperial e seu grande acervo de objetos e peças relativos ao período imperial brasileiro. Entre os gigantescos salões, o turista pode admirar joias e carruagens do século 19 e ainda dar de cara com o trono, o cetro e a coroa da época do Segundo Reinado. Do lado de fora, é o jardim criado pelo paisagista francês Jean Baptiste Binot que chama a atenção e traz vida ao local.

Antigo Palácio de Verão de Dom Pedro II transformado no Museu Imperial

Antigo Palácio de Verão de Dom Pedro II transformado no Museu Imperial

Mas não é só ali que o passado se faz presente. A herança cultural e histórica de Petrópolis prevalece em cada esquina. Na Praça Visconde de Mauá, a arquitetura do Palácio Amarelo atrai os olhares, enquanto a Casa do Ipiranga se impõe pelo seu luxuoso interior. Adornos em ouro, bronze e madeiras nobres, sem falar nas pinturas e afrescos, estão por todo o lugar. O Palácio de Cristal, no centro da cidade, completa o tour histórico. A estrutura pré-moldada em ferro foi onde Princesa Isabel libertou os últimos escravos de Petrópolis. Hoje, o local recebe eventos culturais, como apresentações de danças folclóricas, e exposições diversas.

Encantos naturais

E se não faltam atrativos históricos à cidade, a paisagem local também não deixa a desejar. Graças ao clima ameno tipicamente serrano, Petrópolis é um refúgio refrescante em terras cariocas. No inverno, as pousadas e hotéis locais ficam repletos de turistas e moradores de cidades vizinhas que procuram a brisa da montanha.

Petropolis-Catedral

FOTOS: Divulgação

Para aproveitar tudo o que a natureza tem a oferecer, vale se aventurar pela travessia Petrópolis-Teresópolis, no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. É preciso bastante disposição para encarar os três dias de caminhada, intercalados por pernoites em campings ou alojamentos, mas a vista quase cênica do trajeto recompensa cada passo. Quem não tem tanto preparo físico pode visitar a Gruta do Castelinho, a 3 km do centro da cidade. O acesso é fácil e bem sinalizado. Por ali, o turista pode acampar por algumas noites e curtir a vegetação e o pequeno riacho de água potável que corre ao lado da gruta.

Já os fãs de esportes radicais podem preferir a rota que vai para a Gruta do Presidente, na qual os adeptos de rapel e escalada penduram-se em meio aos paredões rochosos. Ao lado da gruta sai uma trilha para a Cachoeira Véu de Noiva, também muito utilizada para rapel, escalada e cascading. Outro local que vale a visita é a Cachoeira da Macumba, bastante procurada pelas águas claras e abundantes, que despencam de uma altura de 35m.

VEJA MAIS

Onde ir

Mirante do Cristo: tem vista panorâmica para a serra Rio-Petrópolis.
Catedral de São Pedro de Alcântra: a arquitetura gótica e os belos vitrais e esculturas chamam a atenção. Mas a principal atração do lugar está no mausoléu, que guarda os restos mortais de membros da realeza brasileira, como Dom Pedro II e Princesa Isabel.
Museu Casa de Santos Dumont: antiga residência de Alberto Santos Dumont, conta com acervo de objetos, livros, cartas e mobiliário pertencentes ao Pai da Aviação.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.