Perigos do verão: veja como se proteger e ser mais saudável

O verão esconder alguns perigos, por isso precisamos ficar atentos e aumentar os cuidados com o corpo. Confira algumas dicas!

None
Foto Istock.com/getty images

por Redação Alto Astral
Publicado em 25/10/2016 às 19:54
Atualizado às 11:49

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A exposição moderada ao sol tem efeitos benéficos para a saúde. “Sua ação antidepressiva estimula a síntese cutânea da vitamina D3, que intervém na absorção do cálcio”, explica o dermatologista João Amaro. Além disso, o calor beneficia a circulação sanguínea e sua ação antirreumática melhora dermatoses como a psoríase e a acne. Entretanto tomar muito sol é prejudicial. Inicialmente provoca queimadura solar, desidratação e insolação. A curto prazo, diminui as defesas naturais do organismo e  a médio prazo induz o envelhecimento da pele. O risco de câncer aumenta a longo prazo.

mulher na praia tomando sol

Foto Istock.com/getty images

Sombra é prioridade!

Evitar a exposição ao sol nas horas de maior calor é fundamental. Entre as 11h30 e as 17h30 deve-se evitá-lo. João Amaro alerta que o ideal é dar prioridade à sombra e ficar atento às roupas que usa, por exemplo, aderir ao chapéu e aos óculos de sol se estiver na praia nas horas de maior calor. Em relação ao protetor solar a dica é usá-lo de 20 a 30 minutos antes da exposição solar, repetindo a aplicação de duas em duas horas. 

Beba bastante líquido

Sendo um dos perigos da estação, a desidratação pode até matar. “A temperatura ambiente aumenta e, consequentemente, a do corpo também, as pessoas têm maior atividade física, em consequência, a transpiração aumenta e há tendência que se esqueçam de ingerir líquidos pode levar à desidratação”, explica a nutricionista Margarida Lopes.

Evite!

Fuja das frituras, gorduras e reduza a ingestão de refrigerantes, bebidas alcoólicas e café, substituindo-os por grãos ou chicória que contêm níveis mínimos de cafeína. Afinal, são bebidas que aumentam a perda de água no organismo e aumentam os perigos de desidratação.

Leia também:

Consultoria João Amaro, dermatologista; Margarida Lopes, nutricionista

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.