A delicadeza do patchwork sem costura: aprenda a fazer!

Aprenda uma das técnicas mais lindas e caprichosas do mundo do artesanato: o patchwork sem costura! Ele fica uma graça em caixas e quadrinhos.

None
Foto: Neide Carlos

por Redação Alto Astral
Publicado em 10/01/2017 às 13:10
Atualizado às 14:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O patchwork sem costura (que também pode ser chamado de patchwork embutido ou patchwork no isopor) é uma das mais belas e tradicionais técnicas do artesanato. Além de ser bastante popular por não precisar que o seu executor domine a arte da costura, o que encoraja muitas pessoas que não estão acostumadas com esse universo a darem seus primeiros passos, ele também pode ser feito em diferentes tipos de trabalhos.

caixa de patch sem costura

Foto: Neide Carlos

Os materiais mais comuns, além da peça escolhida onde será aplicada a técnica, são o isopor ou papel pluma (lembrando que esse último tem a vantagem se não esfarelar como o isopor), cola branca, estilete, termolina leitosa, pincel, abridor de casas e tecidos estampados. Para realizar essa técnica, é necessário que na peça escolhida (uma caixa de MDF, por exemplo), seja passada cola branca no seu topo para colar uma placa de isopor ou papel pluma de mesmo tamanho. Essa ideia pode ser repetida também nas suas laterais, caso se queira criar um trabalho onde, além da tampa, o patch embutido apareça também nos lados da caixa. Em seguida, é necessário pegar o molde escolhido e passá-lo para o topo ou bordas da caixa, recriando o desenho nessas superfícies. Com o estilete, deve-se riscar todo o desenho do molde e depois, passar cola branca nos vincos formados. 

Em cada uma das áreas formadas na imagem, cole diferentes tipos de retalhos de tecido (que devem ser maiores para cada um dos pedaços) e, com o auxílio do abridor de casas, vá encaixando todo o excesso do tecido nos vincos feitos com o estilete. Faça isso para todas as áreas da imagem, no topo ou na borda da caixa, até o desenho ficar completo.

Além da caixa de MDF do exemplo, esse tipo de técnica pode ser feita em maletas, quadrinhos, capas de caderno, etc. Só não se esqueça de caprichar na escolha de tecidos e no encaixe dos retalhos nos vincos. O resultado de tanta dedicação e carinho será uma peça linda para decorar sua casa!

E para quem deseja aplicar o cupcake da imagem do exemplo em uma caixa de MDF ou outra peça à sua escolha, é só clicar aqui para ter acesso ao molde em tamanho real.

Execução da peça: Nete Oliveira (Ateliê Flor de Botão)/Colaboradora

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.