ESTILO DE VIDA

Osteoporose: Como se prevenir?

O osso é um tecido vivo, que vai sendo desgastado ao longo de toda a vida. No entanto, algumas pessoas sofrem com uma maior perda.

None
Foto iStock.com/getty images

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/08/2016 às 20:17
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O osso é um tecido vivo, que vai sendo desgastado e reconstruído ao longo de toda a vida. No entanto, algumas pessoas podem apresentar maior perda e menor recomposição do tecido ósseo, caracterizando a osteoporose. “A diminuição da massa óssea faz com que o paciente fique mais propenso a fraturas que não ocorreriam em um osso normal. A doença é silenciosa, não apresenta sintomas, por isso necessita de exames regulares para evitar a ocorrência de fraturas”, explica o geriatra Salo Buksman.

Alimentos, frango, carne, leite, ovos, queijos, peixe, iogurte

Foto iStock.com/getty images

Alimentação preventiva

Não adianta relutar: conforme a idade avança, os ossos perdem densidade. Mas ficar parado não ajuda (aliás, o sedentarismo é um dos principais agravantes da osteoporose). Além da prática de exercícios físicos, a alimentação é essencial para garantir a reposição de cálcio e a saúde dos ossos. “É importante ter uma atenção especial na ingestão adequada de cálcio, que pode ser encontrado em laticínios (leite, queijos e iogurtes), mas também em vegetais”, afirma a nutricionista Andréia Gomes João.

Gordura e suplementação

Para prevenir a osteoporose sem brigar com a balança, prefira as opções desnatadas de leite e derivados. “O ideal é optar por laticínios desnatados, pois os integrais contêm muita gordura. O mesmo vale para os queijos: troque os amarelos pelos brancos”, ressalta Andréia . Outro fator que deve ser considerado é relativo à fonte de cálcio ingerido. De acordo com Andréia, deve-se evitar a suplementação de nutrientes, exceto em situações especiais, indicadas por um médico ou nutricionista.

feijão

Foto Shutterstock.com

Evite a competição

Pode parecer estranho, mas alguns nutrientes competem entre si, anulando-se mutuamente e evitando que o organismo os absorva, caso do cálcio e do ferro. A nutricionista Andréia Gomes João recomenda que alimentos com esses nutrientes não sejam incluídos numa mesma refeição. Ou seja, evite ingerir leite após o almoço ou adicionar no mesmo prato queijo e feijão, por exemplo. Outra prática comum e que deve ser extinta é misturar achocolatado ao leite. “Os fitatos presentes nos achocolatados também competem com o cálcio”, diz a nutricionista.

Saiba mais:

Você sabe como o xixi se forma? Entenda!

5 dicas para acertar no preparo dos alimentos

Você sabe quais são os exames necessários para o coração?

Consultoria Salo Buksman, geriatra e membro do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Ministério da Saúde; Andréia Gomes João, nutricionista