ESTILO DE VIDA

Organização doméstica: passo a passo para desapegar

Conheça as quatro etapas de organização doméstica que vão auxiliar você a desapegar daquilo que já não tem mais utilidade

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/12/2016 às 12:00
Atualizado às 16:54

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A especialista em organização Helô Costa comenta que o mais importante é identificar o que está incomodando no dia a dia. Depois, é hora de organizar os ambientes, “sempre lembrando que a nossa casa deve ser um espaço de convivência e de alegria, e não de depósito, e que os ambientes possuem um espaço físico limitado”, ressalta a profissional. Dessa forma, enumeramos a seguir as quatro etapas do processo de desapego – o ideal é fazer isso duas vezes ao ano, uma no meio e outra no final.

Organização doméstica: 4 passos para desapegar das coisas

Etapa 1: Seleção

Primeiramente, deve-se olhar os itens da casa por cômodo, indicando o que deve ser doado e o que vai para o lixo.

Etapa 2: Categorização

Nessa hora, organiza-se tudo por semelhança: camisa com camisa, sapato com sapato, e assim por diante.

Etapa 3: Manutenção

Tenha sempre em mente: para um objeto novo entrar em casa, outro semelhante precisa sair. “Por meio dessa etapa, a pessoa consegue adequar todos os objetos ao espaço, elimina os excessos e, consequentemente, a bagunça”, comenta a especialista.

Etapa 4: Revisão

Faça um balanço de tudo o que foi adquirido depois, ao longo do ano. “Observe o que se tem, pense sobre que objetos não têm mais a ver com a rotina ou a sua personalidade, e as roupas que cabem ou não”, aconselha a organizadora.

Em relação a papéis acumulados, a dica é analisar tudo uma vez por semana, revendo o que precisa ser resolvido, o que deve ser guardado e o que jogar fora. “Tudo isso é qualidade de vida, possível quando existe um desapego”, sintetiza Helô. “Dessa forma, ‘liberta-se’ de coisas e projetos que não servem mais, que não têm mais a ver com o seu estilo de vida, e abre-se espaço na agenda para o que é realmente importante, para algo ‘novo’”, conclui.

LEIA TAMBÉM

Consultoria: Helô Costa, jornalista, especialista em organização e fundadora do Da Porta Pra Dentro (www.daportapradentro.com.br).