O que é sororidade? Entenda o termo usado por Manu Gavassi no BBB 20

Você sabe o que é sororidade? O termo vem sendo bastante discutido entre os participantes do BBB 20 e é muito importante; Vem saber o significado

None
Foto: Reprodução/Instagram

por Giulianna Lombardi
Publicado em 12/02/2020 às 10:53
Atualizado às 10:53

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Você sabe o que é sororidade? O termo teve suas buscas no Google aumentadas em 150% após ser  justificativa do voto de Manu Gavassi no participante Felipe Prior, na formação do ‘paredão’ no último domingo (9).

No momento a cantora, autointitulada de ‘Fada Sensata’, foi questionada pelo brother sobre o significado da palavra e ela avisou que ele somente aprenderia qual era fora da casa. Isto é, quando ele pudesse analisar suas atitudes e entender a união das mulheres.

Mas afinal, o que é sororidade?

O termo é um dos pilares do movimento feminista, mas ainda nem sequer faz parte de muitos dicionários da língua portuguesa. A palavra vem do latim soror, que significa irmã, ou seja, sororidade significa irmandade. Apesar disso, na prática, a sua real essência está na união entre as mulheres.

O termo está está relacionado com o apoio de mulheres para com mulheres. Sua execução tem como objetivo o fim da competitividade e a rivalidade do gênero, que é tão enraizada na nossa cultura. Além disso, seu significado está em ter empatia, principalmente em questões relacionadas à assédio, por exemplo. Isto porque só uma mulher é capaz de entender verdadeiramente alguns abusos que acontecem tão naturalmente no dia a dia.

A ideia pode ser facilmente resumida com o fato de que juntas somos mais fortes e que necessitamos umas das outras para acabar com alguns preconceitos e padrões que estão presentes há tanto tempo em atitudes, diálogos e em toda a realidade. Apoie o trabalho de outras mulheres, discorde sem julgamento, reflita sobre de onde vem suas críticas sobre roupas e escolhas de vida, por exemplo, e procure ter compaixão com as dores de outras.

Agora, por que ela é tão essencial?

Quantas vezes uma mulher é questionada em casos de assédio e de abuso, por exemplo? Quantas justificativas vão ser criadas antes de que sua fala finalmente tenha legitimidade? Sozinhas muitas vezes somos descreditadas e corremos o risco de até nós mesmos questionarmos a veracidade daquilo que estamos expondo. Por isso, é tão importante a união de um grupo que prevalece forte diante de condutas erradas e misógenas.

Leia também:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.