ESTILO DE VIDA

Industrializados: seus reais efeitos na saúde

Enlatados, embutidos, processados e outros tipos de industrializados são altamente prejudiciais e precisam ser excluídos da sua dieta. Saiba mais a seguir!

None
Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 13/07/2016 às 17:54
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Muito se ouve falar sobre os alimentos processados e os inúmeros riscos que trazem à saúde. “Os alimentos industrializados são pobres em fibras e ricos em sal, açúcares e gorduras. Quando não ocorre a ingestão adequada de frutas, verduras, legumes e outros alimentos saudáveis, aumenta a oxidação de elementos importantes para a eliminação de toxinas do metabolismo”, conta a nutricionista Karyna Pugliese.

leia-os-rotulos-dos-alimentos

Shutterstock

Perigo artificial

Corantes, sódio em excesso, gordura trans…  Aditivos químicos não faltam para ressaltar a aparência e o sabor dos alimentos industrializados. Antes de consumir um produto tão artificial, é preciso levar em consideração que, se um ingrediente natural não demora a estragar quando preparado de forma caseira, por que os industrializados mantêm uma validade tão longa? É fácil explicar. A quantidade de aditivos que são utilizados para aumentar a durabilidade desse tipo de alimento é enorme, prejudicando a saúde. Um bom exemplo é a gordura trans: “Ela é produzida por um processo industrial que transforma óleos de origem vegetal em gordura semissólida para ser usada em margarinas, produtos processados e preparo industrial de alimentos. Isso é feito por meio de um método chamado de hidrogenação da gordura. Assim, óleos parcialmente hidrogenados originam gorduras trans. O objetivo é fazer os óleos mais sólidos para facilitar o manuseio, aumentar o tempo de estoque em prateleira e conferir gosto e textura mais agradáveis aos alimentos”, conta o nutrólogo Edson Credidio.

Saiba mais!

Mitos e verdades sobre os sucos detox

Dicas incríveis de alimentação saudável com Flávio Passos

Saiba por que o arroz com feijão é a melhor opção para um prato equilibrado 

Quanto mais natural, melhor!

É importante apostar na alimentação saudável, investindo em frutas, verduras, legumes e ingredientes integrais, que são ricos em fibras. Alimentos como açúcar, mel, doces, bolos, bolachas e bebidas doces, especialmente refrigerantes, provocam excesso de açúcar no sangue e no cérebro, interferindo na saúde. Além disso, eles têm uma grande facilidade de elevar o peso corporal, influenciando diretamente na aparência física e no estado emocional. “A ingestão desses alimentos, que são muito calóricos, aumenta o peso em pessoas sedentárias, o que pode vir a ocasionar problemas com a autoestima. O mesmo se aplica ao consumo de outros alimentos hipercalóricos, como os fritos, manteiga, margarinas, queijos gordos e molhos”, afirma a nutricionista Thaíz Maia.

prato-saudável-fuja-dos-industrializados

Shutterstock

Industrializados são cheios de sódio  

Além de ser considerado uma verdadeira bomba contra a saúde do coração, o sódio, quando consumido em excesso (que é o caso dos industrializados), promove a retenção de líquidos no organismo. “Alimentos industrializados e excesso de sal aumentam os níveis de sódio, provocando a retenção de líquidos no corpo, os inchaços e, consequentemente, elevando o peso. Produtos industrializados também são fontes de toxinas como conservantes e corantes, que tendem a agravar o processo inflamatório”, finaliza a nutricionista Helouse Odebrecht.

Consultoria Edson Credidio, nutrólogo; Helouse Odebrecht, Karyna Pugliese e Thaíz Maia, nutricionistas