Novembro azul: 5 alimentos que afastam o câncer de próstata

A campanha Novembro Azul vem para incentivar a prevenção de um tipo de câncer silencioso e, infelizmente, comum. Confira 5 alimentos capazes de preveni-lo!

None
FOTO: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 11/10/2016 às 18:14
Atualizado às 11:43

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A campanha Novembro Azul vem aí para incentivar na prevenção de um tipo de câncer silencioso e, infelizmente, comum. Localizada na parte baixa do abdômen, a próstata é um órgão muito pequeno e que produz parte do sêmen. No Brasil, esse tipo da doença é o segundo mais comum nos homens, perdendo apenas para o de pele. Alguns dos tumores que se desenvolvem na próstata podem se espalhar rapidamente para outros órgãos e, em alguns casos, levar à morte.

novembro-azul-campanha-prevencao-alimentos

FOTO: Reprodução

Prevenção em primeiro lugar

Para evitar esse mal, é preciso tomar medidas preventivas, como realizar exames regulares e levar uma vida mais saudável. “Com o aumento da longevidade, as pessoas passam a morrer de doenças degenerativas como infarto, AVC, cardiopatias, diabetes etc. O câncer é uma delas e deve receber atenção. O de próstata é o mais frequente nos homens e, independente de sintomas, homens com histórico de câncer de próstata na família devem fazer exames regulares a partir dos 40 anos – a doença tem aspecto hereditário. Os demais precisam do mesmo procedimento a partir dos 45. Exames: PSA e o de toque, que são complementares e não excludentes, suficientes para diagnóstico precoce. Devem ser feitos uma vez por ano. Quando diagnosticado precocemente, o câncer de próstata é curativo, sendo tratado com radioterapia e o procedimento cirúrgico“, explica o  urologista Carlos Alberto Monte Gobbo. A seguir, veja 5 alimentos que podem ajudar na prevenção dessa doença:

Tomate

Ele tem fama de ser um repelente de câncer de próstata, mas seus nutrientes ajudam ainda a afastar vários outros tumores, como o de pâncreas, próstata e pulmão. O tomate é riquíssimo em licopeno, um carotenoide que tem poderosa ação antioxidante. Responsável pela cor avermelhada do vegetal, a substância combate os radicais livres que alteram o DNA das células e podem desencadear o processo cancerígeno. O licopeno é melhor absorvido se aquecido, por isso opte por tomates assados ou cozidos.

novembro-azul-campanha-prevencao-alimentos

FOTO: Istock.com/GettyImages

Brócolis

Figurinha sempre presente em diversos tipos de prevenção e sinônimo de boa saúde, o brócolis é um dos mais fortes e importantes alimentos medicinais. Ele contém betacaroteno, folatos, cálcio e ferro, que previnem diversas doenças. “Contém indóis — substâncias presentes em alguns legumes verdes —, que auxiliam na prevenção contra o câncer”, destaca a nutróloga e médica ortomolecular Katiana Cruz. Outra substância importante é o sulforafano que, juntamente com a vitamina C do alimento, elimina substâncias cancerígenas.

alimento-prevencao-cancer-prostata-novembro-azul

FOTO: Shutterstock

Framboesa

Como essa fruta apresenta propriedades antioxidantes, ela pode reduzir o risco de desenvolvimento de alguns tipos de câncer, como de esôfago, fígado, pulmão, endométrio, cólon e próstata. Além disso, outra substância flavonoide conhecida como quercetina, foi associada ao menor risco de câncer de mama e intestino em estudos clínicos conduzidos em animais.

Manga

Rica em betacaroteno, que protege as células, tem forte ação antioxidante pela grande concentração de polifenois, que atacam as células cancerosas. Mais eficiente contra tumores na mama, no cólon, no pulmão e na próstata, além de combater a leucemia.

alimento-prevencao-cancer-prostata-novembro-azul

FOTO: Shutterstock

Romã

Eis uma fruta pouco consumida, mas que só faz bem à saúde. Pesquisas vêm comprovando a eficácia da romã na inibição do desenvolvimento de células cancerígenas. Substâncias como antocianidina, cianidinas, elagitaninos e fitoestrógenos são potentes antioxidantes. Mas o destaque é a presença de cerca de 40% de ácido elágico em sua composição. O elemento também combate os radicais livres, auxilia na redução de tumores e evita o aparecimento de células cancerosas. Seu suco ou chá também contêm os benefícios.

Consultoria Carlos Alberto Monte Gobbo, urologista; Katiana Cruz, nutróloga e médica ortomolecular

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.