Saiba por que natação emagrece e faz bem para a saúde

Foi comprovado que natação emagrece! Em uma aula é possível perder de 500 a 700 calorias! Além disso, ela é excelente para combater problemas de saúde

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 22/09/2016 às 12:39
Atualizado às 12:31

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Ela é uma das atividades físicas mais completas por exercitar todos os grupos musculares durante o nado, além de movimentar quase todas as articulações do corpo! “É a atividade mais recomendada pelos médicos, como um tratamento fundamental para algumas doenças, como obesidade, hipertensão arterial e diabetes; assim como respiratórias, como asma, bronquite e, muitas outras”, esclarece Taís Luz Bronzoni, educadora física e coordenadora da parte aquática do Projeto Brasil Academia. Por ser um exercício praticado na água, a natação tem baixo impacto nas articulações e, ao mesmo tempo, é eficiente na redução de gordura corporal. Por isso é um esporte altamente recomendado para pessoas acima do peso, sem contar que tem ação recuperativa, pois alivia dores lombares e dores articulares, além de relaxar e aliviar o estresse.

mulher nadando debaixo dágua

Mais músculos e menos gordura

A quantidade de calorias gastas depende do tipo de exercício, da intensidade e duração do treino. Mas pode-se dizer que, normalmente, são gastos de 500 a 700 calorias por hora. Essa modalidade esportiva tonifica e melhora a força muscular pelo fato de a água ser mais densa que o ar, tendo mais trabalho de resistência, que é um princípio básico da tonificação. Funciona assim: para aprender a pernada no nado crawl, normalmente o aluno utiliza uma prancha para apoiar para os braços e fazer diversas travessias pela piscina de um lado ao outro, repetindo o mesmo gesto e grupamento muscular várias vezes. Desta forma, a tonificação daquele grupamento será muito mais exigida e, consequentemente o tônus muscular será otimizado devido ao número de repetições.

Mais braçadas para perder mais

Para quem quer emagrecer nadando, a dica é fazer treinos intervalados, que têm características de alternar altas e baixas intensidades durante o mesmo treino. Em uma piscina de 25m, realizando um nado crawl, faça uma chegada de 25m na maior intensidade possível e retorne com outra chegada de 25m em uma intensidade leve, podendo ser no nado costas ou mesmo crawl. Repetindo isso, algumas vezes, será possível gastar uma quantidade maior de calorias por uma unidade menor de tempo e otimizar ao máximo o emagrecimento.

natacao mulheres praticando piscina

FOTOS: Shutterstock

Muito mais do que um corpo sarado

Praticar natação traz muito mais benefícios para a saúde do que para uma imagem bem definida no espelho. O esporte melhora a capacidade de raciocínio, diminui os sintomas de doenças cerebrais como o Alzheimer, aumenta a capacidade circulatória e respiratória, além de desenvolver massa muscular, alongar os músculos, ampliar os movimentos e melhorar a flexibilidade das articulações. “Considerada uma atividade aeróbia, a natação é uma opção de atividade terapêutica para pacientes com problemas articulares, pois alivia as dores e ao mesmo tempo promove a lubrificação das articulações”, informa Luiz Barros, educador físico.

Com as devidas orientações de intensidade e quantidade de treinos, a natação poder ser considerada uma forma de tratamento para hipertensos e diabéticos por conseguir diminuir a pressão arterial e a glicemia. E assim como outras atividades aeróbias, aumenta o colesterol bom (HDL) e diminui o colesterol ruim (LDL). Outro benefício importante do esporte para a saúde é o fato de que ele desenvolve as musculaturas da região do tronco, onde estão localizados os músculos responsáveis pela respiração, como o diafragma (principal músculo inspiratório e um dos responsáveis pela ventilação pulmonar) e os músculos da cintura escapular, que trabalham bastante durante a prática da natação e promovem a qualidade e o ritmo respiratório. É por isso que a prática é ideal para auxiliar o tratamento de doençasrespiratórias, já que fortalece e alonga essas musculaturas, melhorando a função pulmonar.

FONTE: Taís Luz Bronzoni, educadora física e coordenadora da parte aquática do projeto Brasil Academia; Luiz Barros, educador físico e professor na rede Mix Trainer

LEIA MAIS