ESTILO DE VIDA

Mude seus hábitos: 5 dicas para garantir uma alimentação mais saudável

Mude seus hábitos, pois eles podem fazer a diferença na sua saúde. Uma boa alimentação é capaz de prevenir ou curar algumas doenças. Confira!

None
Foto iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 20/09/2016 às 20:41
Atualizado às 20:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Diabetes, pressão alta, inchaço, osteoporose… São inúmeras as doenças que podem afetar as pessoas, sendo que cada uma delas apresenta um tratamento específico. Contudo, existe uma maneira menos invasiva de amenizar seus sintomas e até mesmo prevenir seus surgimentos: apostando em um cardápio rico em alimentos naturais e em hábitos saudáveis.

Garrafa de água

Foto Shutterstock.com

1. BEBA MUITA ÁGUA

Ela mantém o corpo hidratado, elimina as toxinas do organismo e, ainda, ajuda a emagrecer. Além disso, caprichar nas doses diárias de água deixa a pele mais bonita, diminui o inchaço, melhora o funcionamento dos rins e ativa a circulação sanguínea.

2. Mude seus hábitos

Mesmo estando em processo de reeducação alimentar, é permitido comer uma guloseima ou outra, desde que isso não se torne um hábito e que os princípios básicos sejam respeitados: nada de muito açúcar, gorduras, sal e componentes químicos!

3. APRENDA O QUE É FOME

“Ela é uma sensação emitida pelo cérebro que sinaliza que o organismo necessita de alimentos”, explica a psiquiatra Ana Clara Floresi. Por isso, identificar se realmente precisa se alimentar ou se está com vontade de comer é um passo fundamental no processo de reeducação.

mulher se alimentando

Foto iStock.com/Getty Images

4. CAPRICHE NA MASTIGAÇÃO

Durante esse processo, ocorre a liberação de substâncias que irão sinalizar para o cérebro que você está se alimentando. O cérebro, por sua vez, libera outra substância que indicará que você está ficando satisfeito.

5. NÃO FAÇA JEJUM

Mude seus hábitos, pois o ideal é que sejam realizadas entre cinco e seis refeições ao dia, sendo café da manhã, almoço e jantar, além de lanches intermediários e ceia.

Leia também:

Consultoria Ana Clara Floresi,  psiquiatra