A dieta não está resolvendo? Faça pequenas mudanças alimentares e conquiste o corpo que você deseja!

Com algumas mudanças alimentares simples, é possível reverter o efeito platô e eliminar os quilinhos extras que insistem em permanecer

None
Foto: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 03/10/2017 às 07:22
Atualizado às 13:27

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Muitas vezes, após emagrecer os quilos em excesso, ficamos paradas no mesmo peso durante muito tempo. Mesmo com uma alimentação equilibrada e a prática regular de exercícios físicos, os ponteiros teimam em não descer, o que acaba desmotivando muitas mulheres. Mas o segredo para mudar esse cenário pode ser mais simples do que você imagina, basta prestar atenção aos detalhes do dia a dia e apostar em algumas mudanças alimentares. Preparada?

Bebidas contra o inchaço

O excesso de sódio presente na alimentação do brasileiro e alguns hábitos de vida, como o sedentarismo e a baixa ingestão de água, podem levar à temida retenção de líquidos. Para reverter esse problema, a nutricionista funcional Gabriela Fregolente, de São Paulo, dá a dica: “Indico o chá de cavalinha com abacaxi, que ajuda bastante a diminuir o inchaço, só que deve ser consumido sempre nos intervalos das refeições, como uma opção de lanche e, de preferência, gelado”, orienta.

Mudanças alimentares: drible a compulsão por doces

É simples: basta incluir um carboidrato de boa qualidade em toda refeição. “A pessoa que almoça um frango com salada é aquela que no fim da tarde está desesperada atrás de um doce”, explica a profissional. A saída é comer de três em três horas, mastigando devagar e ter sempre na bolsa um chocolate 50 a 70% de cacau, para quando a vontade apertar, isso impedir de atacar uma barra de chocolate mais tarde. Outra dica é incluir no cardápio a alfarroba, uma vagem que tem um sabor semelhante ao chocolate.

Vida saudável e sem estresse

“O estresse engorda, então é muito importante cuidar da mente e do sono”, enfatiza Gabriela. Agora, para ter uma vida mais equilibrada você pode começar se alimentando adequadamente! “E ter o hábito de comer a cada três horas, em locais tranquilos, tudo isso vai promover um equilíbrio para o corpo, que vai diminuir o hormônio do estresse (cortisol)”, explica a nutricionista. A prática de exercícios físicos também ajuda a relaxar, pois libera serotonina (hormônio do bem-estar).

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Gabriela Fregolente, nutricionista funcional de São Paulo

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.