Mentiras do bem: dependendo da situação, é melhor esconder uma verdade para evitar brigas à toa?

Elas são temidas em qualquer tipo de relacionamento, principalmente no campo amoroso. Mas e você, nunca contou algumas mentiras do bem para o seu parceiro?

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 17/11/2017 às 11:12
Atualizado às 11:56

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Segundo a terapeuta sexual Claudya Toledo, mentir, muitas vezes, serve para poupar o casamento. “Entre os casados, as inverdades geralmente são a respeito de dinheiro”, diz. A terapeuta explica que isso acontece porque, mesmo que hoje as mulheres trabalhem e ganhem sua própria renda, os homens ainda reclamam do quanto elas gastam. E o mesmo pode ocorrer caso o marido não saiba gastar dinheiro da maneira mais correta, o que também pode acontecer. “Nesse caso, um acaba contando algumas mentiras do bem para o outro, a fim de sair dessa saia-justa”, explica.

As mais contadas…

… pelas casadas:

■“Comprei em liquidação, superbaratinho!”

■“Essa roupa já é velha, você que nunca reparou…”

  • O que diz a especialista: se a mulher falar o valor real de tudo o que gasta, tem muito trabalho com o parceiro: “ele vai ficar estressado, nervoso e inseguro. Aí, ela vai ter que dar um ‘jeitinho’ para ele aceitar melhor”, diz.

… pelos homens casados

■“Depois do serviço, vou jogar futebol”

■“Hoje precisei trabalhar até mais tarde”

  • O que diz a especialista: o homem costuma contar mentiras para ganhar mais liberdade. “Ele quer ir ao bar com os amigos e, dificilmente, sua companheira vai aceitar se ele contar a verdade”, justifica.

… pelas não-comprometidas:

■“Estou trabalhando muito, não tenho tempo para namorar”.

■“Não estou no momento adequado para me envolver com alguém”.

  • O que diz a especialista: nos dois casos, Claudya explica que, geralmente, quando uma pessoa não quer ficar com a outra e não consegue dizer a verdade, então, acaba inventando desculpas mais amenas.

… pelos homens não-comprometidos:

■“Não estou preparado para um relacionamento estável”.

■“Ainda gosto da minha ex-namorada”.

Cuidado com essas mentiras do bem!

– A especialista explica que as mesmas mentiras consideradas aceitáveis na vida social podem virar verdadeiras bombas no relacionamento.

– “O que a gente chama de ‘levinhas’ podem ficar pesadas”, garante. Como exemplo, ela cita quando a mulher diz que está guardando todo o dinheiro e, na verdade, não está. É um perigo!

– “Nesse caso, é negativo porque você está encobrindo algo”, diz.

– Falar que está em um lugar com uma pessoa, quando, na realidade, está em outro, com uma companhia diferente, também pode ser um grande problema.

– “Se, mais tarde, isso for descoberto, poderá trazer consequências mais graves do que se a verdade tivesse sido dita”, afirma.

Fingir que acredita?

Claudya afirma que tanto o homem como a mulher acabam aceitando as chamadas mentiras do bem no romance. “As pessoas sabem que são desculpas e isso já faz parte do nosso dia-a-dia. Não tem como querer que o parceiro seja totalmente verdadeiro porque, para isso acontecer, você precisa aceitá- lo exatamente como ele é”, diz a especialista.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Claudya Toledo, terapeuta sexual

LEIA TAMBÉM