Memória protegida com chia: descubra como a semente pode transformar seu cérebro!

Sabia que a memória pode ser superprotegida com chia? Confira como essa semente poderosa pode deixar o cérebro funcionando a todo vapor!

None
O ômega-3 da chia protege a memória, o coração e, de quebra, ajuda a emagrecer! FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 25/05/2017 às 15:15
Atualizado às 15:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Todos os órgãos têm funções indispensáveis no organismo, porém, quando se trata do cérebro, os cuidados devem ser ainda mais especiais. Nosso “comandante” precisa estar sempre alerta e funcionando perfeitamente para possamos tomar as melhores decisões e que para todo o organismo cumpra suas funções como o esperado. Para isso, você pode contar com a ajuda de alimentos incríveis para blindar a mente. A seguir, descubra como deixar sua memória protegida com chia!

Semente completa

Podendo ser consumida de inúmeras formas, desde polvilhadas em caldos e sopas, até misturada com iogurtes e sucos, a chia tem o poder de proteger o organismo contra vários problemas, como doenças do coração e diabetes. De quebra, ela ainda é capaz de estimular a perda de peso saudável e favorecer o ganho de massa magra – também conhecida como músculos. “A chia é muito importante para a imunidade, pois limpa o corpo de toxinas no intestino e previne inflamações. Por ser fonte riquíssima de ômega-3, torna-se um alimento protetor do coração e do cérebro”, explica a nutricionista Soraia Azzuz.

chia

Que tal polvilhar a chia sobre o iogurte? Fica uma delícia! FOTO: Shutterstock

E dá-lhe ômega-3!

Por ser fonte de ômega-3, aminoácidos, vitaminas, minerais e antioxidantes, além do excelente perfil de ácidos graxos, a chia torna-se um alimento auxiliar no tratamento e da prevenção de diversas doenças inflamatórias, protegendo também o cérebro. Porém, como a nutricionista Mariana Jones alerta, nenhum alimento faz milagre sozinho. “É extremamente importante que haja uma alimentação equilibrada, rica em nutrientes e compostos bioativos”, afirma Soraia.
Como a inflamação crônica está presente nessas doenças, nota-se que, somada a uma boa alimentação para que haja nutrição celular efetiva, a utilização da semente de chia pode ser uma grande aliada. “Além disso, possui boa concentração de minerais, sendo uma excelente opção como fonte proteica”, complementa a profissional.

chia

A chia pode ser encontrada no supermercado ou facilmente em lojas especializadas em produtos naturais. FOTO: Istock.com/GettyImages

Boa memória, sempre!

Com o processo do envelhecimento, é comum a perda de células neuronais. Porém, com a maior exposição a fatores de risco, ocorre uma aceleração desse processo, muitas vezes interferindo na qualidade de vida, assim como deficiências nutricionais, excesso de radicais livres, estresse, álcool, medicamentos, fumo, poluição ambiental, alteração do fluxo sanguíneo cerebral e intoxicação por metais pesados.
O cérebro é rico em ácido graxo poli-insaturado e o seu funcionamento depende dos neurotransmissores. Assim, a ingestão de nutrientes interfere no desempenho da memória e da função cognitiva. Alguns nutrientes, como os encontrados na chia, são fundamentais para manter a boa memória, entre os quais estão a gordura de boa qualidade, nutrientes para formação de neurotransmissores, vitaminas E e C, selênio, zinco, cobre e manganês, ácidos antioxidantes e fitoterápicos.

Consultoria:  Soraia Azzuz, nutricionista

LEIA TAMBÉM 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.