ESTILO DE VIDA

Memória é favorecida com atividades online

De acordo com pesquisadores ingleses, as atividades online são benéficas para a memória e ajudam a aprimorar a concentração.

None
FOTO: shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/08/2016 às 19:05
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Um estudo realizado por pesquisadores do Instituto de Psiquiatria, Psicologia e Neurociência do King’s College, em Londre (Inglaterra), decidiu analisar o funcionamento da memória e da concentração. A pesquisa foi feita com quase sete mil pessoas de 50 anos ou mais e teve duração de seis meses. Para os resultados, os cientistas dividiram os participantes em dois grupos: um tinha que brincar com jogos online de treinamento cerebral em sessões de dez minutos, enquanto o outro fazia buscas simples na internet.

Memória pode ser favorecida com atividades online

FOTO: Shutterstock Images

Nenhum dos voluntários apresentava indícios de problemas de memória ou cognição e todos foram avaliados por meio de testes padrão no início do estudo, após três meses e no final da pesquisa, depois de seis meses.

O grupo que jogou games de treinamento para raciocínio e resolução de problemas manteve a capacidade cognitiva em melhor estado do que o grupo que não jogou. Pessoas com mais de 60 anos que praticavam os jogos ainda relataram melhor desempenho em atividades do dia a dia.

SAIBA MAIS:

Concentração: descubra mais sobre essa habilidade

10 dicas para aprimorar sua concentração

Redes sociais pode colaborar com a ansiedade

Nutrientes para potencializar a memória

  • Gorduras: atenção ao tipo de gordura consumida, pois as benéficas são as mono e poli-insaturadas. Elas compõem a membrana dos neurônios, além de protegerem o coração. Melhores fontes: peixes, castanhas, azeite, abacate, linhaça e chia.
  • Ferro: a falta do mineral pode provocar anemia, que causa problemas de desempenho cognitivo, principalmente em crianças. “Sua deficiência diminui o fornecimento de energia e oxigênio ao cérebro”, explica a nutricionista Bianca Innocencio. Melhores fontes: carnes, feijão, lentilha e damasco.
  • Magnésio: o mineral aumenta as conexões entre os neurônios, facilitando a transmissão de informações. Memória, concentração e aprendizado são beneficiados. Melhores fontes: verduras verde-escuras, cereais integrais, leite, milho, lentilha, abacate, banana e grão-de-bico.

Consultoria Bianca Innocencio, nutricionista