Como melhorar a alimentação de adolescentes, você sabe?

Dicas da nutricionista Patrícia Davidson para ajudar os papais a balancear as refeições das crianças e adolescentes - e evitar problemas futuros!

None
Foto: Shutterstock Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 19/07/2016 às 20:43
Atualizado às 21:02

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Entre uma maçã e um pacote de biscoitos para matar a fome, em qual das duas opções seu filho adolescente aponta? Se você respondeu o pacote de biscoitos, saiba que não está sozinha nesse dilema! Depois da infância, os hábitos alimentares mudam muito e as opções saudáveis saem de cena.

Uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde e pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) mostra que nessa faixa etária, os alimentos mais consumidos são arroz, feijão, pães, refrigerantes e sucos.

Como reflexo, aparecem altos índices de obesidade infantil e, em adolescentes, distúrbios de ansiedade, celulites e estrias em excesso. A nutricionista Patrícia Davidson explica o que os filhos e a família precisam saber para se alimentarem corretamente.

alimentação saudável para adolescentes

Foto: Shutterstock Images

Os reflexos da má alimentação juvenil

*Obesidade

*Falta de concentração

*Celulite

*Acne

*Cabelos quebradiços

*Falta de disposição física

*Insônia

*Ansiedade em excesso

Palavra da especialista: “além desses problemas, o consumo exagerado de guloseimas pode desencadear dores articulares, funcionamento intestinal irregular, dores de cabeça, baixa imunidade, sinusite e rinite”, afirma Patrícia.

Guloseimas e alternativas

Imagem: Editora Alto Astral

Os vilões do mercado

Os piores alimentos para o organismo são os que contêm corantes, conservantes, adoçantes e aromatizantes. Na lista de proibidos estão: gelatinas prontas, temperos prontos para comida, sucos e sopas industrializados.

o que está liberado alimentação de adolescentes

Imagem: Editora Alto Astral

Preocupação: a partir de quando?

  1. O cuidado com a alimentação deve começar desde cedo, pois pode evitar problemas futuros.
  2. “Se os pais já notam que o adolescente gosta de guloseimas e tem dificuldade em se ajustar a uma rotina saudável, já deve procurar a ajuda de uma nutricionista”, alerta a especialista.
  3. Se a família não tiver hábitos saudáveis, deve se ajustar às necessidades alimentares do adolescente, contribuindo também para a boa saúde dos outros membros da família.

Saiba mais:

Adolescentes também podem ser vítimas do Transtorno Bipolar

Como segurar os gastos com filhos adolescentes

Internet sem medo: como manter seus filhos em segurança

Consultoria Patrícia Davidson, nutricionista Texto Ana Stella Guisso/Colaboradora

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.