ESTILO DE VIDA

Meditação: conheça alguns tipos e escolha o seu preferido!

A meditação é uma técnica antiga que permite relaxar a mente e melhorar aspectos como a concentração, e ela pode ser dividida em diversos tipos.

None
FOTO: Shutterstock Image

por Redação Alto Astral
Publicado em 15/08/2016 às 19:53
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O termo meditação remete a uma técnica que visa restabelecer o equilíbrio interior, proporcionando mais bem-estar. Entretanto, é possível encontrar mais de uma versão dessa atividade, mudando algumas características. “Existem diferentes exercícios e técnicas para praticar e desenvolver o estado de meditar”, pontua o instrutor de técnicas meditativas Saulo Fong.

A meditação pode ser dividida em vários tipos

FOTO: Shutterstock Image

Meditação: vários tipos

Budismo Kadampa: quem opta por praticar essa vertente da meditação, recebe o nome de meditadores urbanos. Nesse caso, o objetivo central é transmitir os ensinamentos de Buda à vida confusa e conturbada das pessoas. Para isso, é ensinado aos praticantes como fazer boas escolhas, transformando os pensamentos negativos em positivos, repletos de amor, paz e sabedoria.

SAIBA MAIS:

Meditar no trabalho é possível! Descubra como!

Conheça as 5 representações de Buda

7 dicas para começar a meditar

Meditação Tântrica: os praticantes dessa vertente acreditam que as emoções e até mesmo as doenças físicas estão relacionadas a um chacra específico. A partir daí, são trabalhadas as energias do corpo e da mente, transformando as emoções negativas em estados positivos. O canto dos mantras em sânscrito e tibetano busca a autocura, acumulando boas energia, ou mé- ritos, para a evolução no caminho espiritual.

Meditação Transcendental: essa técnica tem origem na tradição védica (uma das mais antigas do planeta) e consiste em buscar a fonte dos pensamentos do praticante. Para isso, o instrutor ensina a atingir níveis mais refinados da mente, sendo que cada aluno recebe um mantra próprio – dado após uma cerimônia de inicialização – para repetir durante as meditações.

Consultoria: Saulo Fong, instrutor de meditação e técnicas meditativas