Mau hálito: descubra as causas e saiba como prevenir

Entenda melhor o que provoca o mau hálito e como se prevenir esse incômodo. Você pode ter mau hálito e não perceber, sabia?

None
Foto: Shutterstock

por Lirian Coelho
Publicado em 16/02/2017 às 13:45
Atualizado às 13:28

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O mau hálito ou halitose é um problema que afeta cerca de 30% da população brasileira, segundo a Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas dos Odores da Boca. Em números, isso chega a um total de 50 milhões de pessoas. Entenda melhor o que provoca esse incômodo e como se prevenir:

mulher com um papel na boca tampando a boca, mau hálito

Foto: Shutterstock

De onde vem o mau hálito?

Uma das principais causas da halitose é a alteração da condição normal de salivação. Essa mudança pode ser ocasionada por fatores emocionais, pela ingestão de alguns medicamentos ou, ainda, devido a certas doenças. Existem mais de 50 causas para o mau hálito.

Problema estomacal?

É errado pensar que sempre o mau hálito vem do estômago. Apenas 1% dos casos são provocados por problemas estomacais ou digestivos. Nem mesmo o refluxo leva ao mau hálito e sim à disgeusia (gosto diferente na boca).

O que você come influencia

Os alimentos com odor forte tendem a levar as pessoas a ficarem com mau cheiro na boca por um tempo, enquanto ocorre a digestão. Exemplo: alho, cebola, comida condimentada, pimenta, etc.

Creme dental

Em 80% das ocorrências de mau hálito, a causa é a deficiência na escovação dos dentes. Para evitar esse tipo de situação, o dentista Marcelo Schettini recomenda uma boa escovação diária com escovas adequadas, uso frequente de fio dental (sempre após as refeições) e bochechos com soluções fluoretadas sem álcool.

mulher com a mão na boca, espantada, mau hálito, fundo azul

Foto: Shutterstock

Escove os dentes corretamente

  • A ideia é imaginar que a escova está caminhando por um trilho formado pela união da gengiva com o dente.
  • Faça movimentos suaves de vaivém, com a escova formando um ângulo de 45 graus com a gengiva e na posição horizontal.
  • Com a escova, percorra toda a extensão do trilho, massageando a gengiva.
  • A escova deve dar duas voltas em cada trilho (o superior e o inferior).
  • A escovação da parte interna dos dentes é feita com a escova em posição vertical.
  • O movimento é de sobe e desce, massageando a gengiva.
  • A parte de cima dos dentes deve ser escovada também suavemente, com movimentos de vaivém.
  • Não se esqueça de escovar a língua, varrendo-a suavemente.

Como utilizar as ferramentas de limpeza

  • Pasta de dente: use pouca quantidade, o equivalente a um grão de feijão ou de ervilha.
  • Escova: deve ser macia, ter cabeça pequena e cerdas de ponta arredondada e de mesma altura.
  • Fio dental: sem apertar, enrole o fio dental nos dedos médios de cada mão. Polegar e indicador devem permanecer livres para trabalhar com o fio dentro da boca. Prefira os fios finos, com flúor e cera.

Consultoria: Marcelo Schettini, cirurgião dentista

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.