Aprenda a maneira certa de usar o repelente

Alguns cuidados específicos sobre o uso do repelente devem ser tomados para que o produto tenha ação efetiva e que previna doenças.

None
È preciso proteger a boca, os olhos e o nariz no momento da aplicação do produto no rosto. FOTO: iStock e Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 31/03/2018 às 15:02
Atualizado às 17:01

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Alguns cuidados específicos sobre o uso do repelente devem ser tomados para que o produto tenha ação efetiva e que previna doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, além do incômodo causado por demais mosquitos e pernilongos durante a época de calor intenso. Pensando nisso, confira algumas dicas da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) para acertar na hora de usar o repelente.

homem-braco-repelente-aplicando

É importante, antes de dormir, checar se nos colchões, lençóis, travesseiros e em áreas como cantos de parede e embaixo do berço não há nenhum inseto FOTO: iStock e Getty Images

1. Após a aplicação é imprescindível lavar as mãos

Proteja a boca, os olhos e o nariz no momento da aplicação do produto no rosto, para que você não tenha contato com as substâncias. Além disso, é importante aplicar o repelente em locais ventilados para que não ocorra acúmulo da substância no ambiente e lavar as mãos com sabonete após o uso.

2. Em bebês de até seis meses, o uso de repelente não é recomendado

As orientações são proteger a criança com roupas leves, porém compridas como mangas e calças, além de, na hora de dormir ou do descanso, utilizar o mosqueteiro. É importante também que pais ou cuidadores sempre fiquem atentos ao ambiente da criança. “Antes de dormir, verifique se nos colchões, lençóis, travesseiros e em áreas como cantos de parede e embaixo do berço não há nenhum inseto”, sugere Rodrigo Lima, diretor da SBMFC.

mulher-sentada-praia-protetor-solar-perna

FOTO: Shutterstock

3. O uso do repelente não inibe a proteção solar

“Passe o filtro na pele e, após ser absorvido, o repelente pode ser aplicado, no máximo três vezes ao dia, dependendo da exposição e também suor. Evite o uso excessivo, pois o produto tem substâncias tóxicas, que podem causar danos à saúde. Além disso, antes de dormir, tome banho com sabonete para que o produto seja eliminado da pele. Em casos de ferida e machucado, não é indicado utilizar o produto, principalmente se estiver aberta, pois a substância pode agravar o estado e atrasar a cicatrização”, alerta Rodrigo.

Consultoria Rodrigo Lima, diretor da SBMFC

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.