Mãe sozinha: como fazer os filhos entenderem a ausência do pai

Ser mãe não tem nada a ver com casar, mas as crianças podem não compreender este assunto. Saiba como ajudar seu filho a entender o que é ser mãe sozinha!

None
A maternidade deve ser curtida independentemente da figura do pai presente | Foto: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 27/10/2017 às 09:00
Atualizado às 13:46

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Por diferentes motivos, algumas mulheres escolhem (ou não) ser mãe sozinha, ou seja, criar os filhos sem a presença de uma figura masculina. Essa condição pode causar algumas situações complicadas na vida tanto da mulher como da criança, principalmente se ela estiver na fase escolar. Como explicar para os filhos a ausência do pai? A psicóloga Betina Serson dá algumas dicas.

Procure uma rede de apoio

Segundo a psicóloga, os maiores desafios na hora de criar uma criança sem um pai é lidar com a opinião alheia e também arcar com as despesas da casa sozinha e com a responsabilidade na hora da educação. Por isso, ela aconselha que se crie uma rede de apoio. “São pessoas que podem ajudá-la quando a mãe se atrasa na hora de pegar o filho na escola ou se tiver uma emergência. A rede não precisa ser formada pela família. Podem ser vizinhos, pais da mesma escola ou amigos”, comenta.

Abra o jogo

Hoje, o conceito de que família é formada apenas por pai, mãe e filhos não é mais válido. Há diversos tipos de núcleo familiar e, por isso, a mãe solo não deve ter vergonha de abrir o jogo com a criança, respeitando, claro, os limites de entendimento da idade. “A escola ou uma orientação de um psicólogo pode ajudar muito nessas horas”, orienta Betina.

Lidando com as reações

Se a criança não entender a situação, seja por pressão dos amigos ou inquietação pessoal, é importante procurar ajuda de um profissional. “Ver a mãe feliz e realizada ajuda a criança a não ficar tão chateada. O mais importante é que a mãe aceite a sua própria situação e não culpe ninguém por estar sozinha”, comenta.

Dicas para quem é mãe sozinha

  1. Hoje existem muitas tipos de famílias. Não tem problema ser mãe solo.
  2. A mãe pode procurar outras mulheres na mesma situação para trocar ideias. Porém, se está com dificuldade de se aceitar é melhor buscar ajuda de um psicólogo.
  3. Nunca se deve culpar o filho pela situação em que se encontra. A maternidade
    deve ser curtida, não importa se existe uma figura paterna.
  4. O mais importante é criar uma relação saudável com o filho.

LEIA TAMBÉM: