Mãe pode tudo? Veja dicas para cuidar da educação dos filhos

Mãe pode tudo para salvar os filhos do mau caminho? Aurora, mãe de Bibi na novela das nove, não mede esforços para ver a filha longe de encrenca!

None
Aurora quer livrar a filha do mau caminho | FOTO: Reprodução

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/09/2017 às 07:48
Atualizado às 13:44

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Na novela das nove, Elizângela interpreta Aurora, a mãe de Bibi, e reacende uma discussão: mãe pode tudo? Embora tente ajudar a filha a tomar decisões corretas para ter uma vida digna, ela não consegue impedi-la de seguir por caminhos duvidosos. Na vida real, esse questionamento também vem à tona: até que ponto as mães podem interferir na vida dos filhos? Isso é saudável? É possível evitar o sofrimento deles? A psicóloga Valéria Ribeiro, especialista em desenvolvimento pessoal, fala sobre o assunto: “Não existe um limite para perdoar os filhos. Mas os filhos que sofrem com as consequências de escolhas malfeitas são capazes de amadurecer”.

Mãe pode tudo mesmo?

“Para saber se mãe pode tudo mesmo, é preciso avaliar a idade do filho. A mãe deve deixar claro o que se espera em determinada situação e os valores que quer que respeite. Por parte dos adolescentes, sempre existirá a questão de se sentirem donos da verdade, poderosos, capazes de tudo. Eles não sabem que terão que perder algumas vezes, que não conseguirão tudo que desejam e que, em algumas ocasiões, receberão um ‘não’. Se não aprenderem a lidar com estas situações na infância, certamente
não saberão na adolescência.”

Entenda os motivos

“Todos os seres humanos terão que tomar decisões ao longo da vida. É importante, sobre a escolha do filho, buscar conhecer quais são os detalhes que levaram-no a esta decisão, antes mesmo de criticar. Veja se ele fez uma lista de prós e contras. Faça isso no formato de perguntas. Isso vai ajudá-lo a estar mais preparado e seguro quanto à escolha ou até mesmo para chegar à conclusão de que talvez aquilo não seja tão bom. Questione-o se ele fez uma avaliação
das consequências futuras e se elas estão de acordo com o que ele espera.”

Tudo é aceitável e perdoável?

“Não existe um limite para perdoar os filhos. Mas os pais precisam aprender a deixar que eles sofram os efeitos da más escolhas. Com certeza isso irá doer muito, mas assim eles são capazes de amadurecer. Se acontecer do filho querer continuar a seguir um caminho que a mãe sabe que não dará certo, vale respirar e se preparar para dar suporte, pois quando tudo der errado, é para casa que esse filho vai voltar. Mas, neste momento, não vá dizer ‘eu disse que isso não ia dar certo’, pois isso o afasta. Procure simplesmente escutar o que o filho tem a dizer e faça perguntas, assim ele acabará concluindo que a mãe estava certa.”

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.