Inteligência infantil: cuidados começam na gestação

A fase da gestação e dos primeiros passos das crianças exige alguns cuidados, que podem estimular a inteligência infantil

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/09/2016 às 19:32
Atualizado às 11:34

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Tudo o que os pais e mães querem é ver os filhos bem-sucedidos e felizes, usando plenamente os dons que lhe foram concedidos. Mas é engano pensar que estes talentos são somente providência divina ou genética: alguns cuidados já na gestação e nos primeiros passos das crianças podem dar um empurrãozinho para torná-los mais inteligentes e espertos. Entenda!

Inteligência infantil: cuidados começam na gestação

FOTO: Shutterstock.com

Gestação: começo de tudo

Não existe nenhum medicamento ou alimento que possa incentivar o intelecto da futura criança, mas é fundamental, na gestação, prover o feto em formação com todos os elementos necessários para o bom desenvolvimento do sistema nervoso central.

Daniel Schachter, neurologista do Hospital São Vicente de Paula (RJ), cita o pré-natal e a complementação com ácido fólico e iodo como fundamentais para uma futura mente saudável. “Além disso, diagnosticar precocemente doenças transmissíveis da mãe para o feto evita sequelas para o resto da vida da criança”, afirma ele.

Os hábitos também podem influenciar. Entre outras coisas, a gestante deve evitar medicamentos que interfiram no desenvolvimento normal do feto, preferir vegetais orgânicos aos com defensivos agrícolas e jamais consumir bebidas alcoólicas e cigarro.

Primeiros passos

Incentivar o desenvolvimento cognitivo nos primeiros anos da infância é tão necessário quanto prazeroso. “Atividades como conversar, sorrir, brincar, mostrar objetos coloridos e ler são algumas ações que podem auxiliar”, afirma a a pedagoga Helga Cezar, que ainda ressalta a importância de diferenciar, desde cedo, o dia da noite. Você pode fazer isso não deixando o ambiente escuro durante a soneca diurna. Daniel Schachter também cita a música como maneira de aguçar as percepções infantis.

Leia também:

Inteligência: como estimular seus filhos desde cedo

5 práticas que estimulam o cérebro e a inteligência

Texto: Carolina Vieira/Colaboradora – Edição: Victor Santos
Consultorias: Daniel Schachter, formado pela Santa Casa do Rio de Janeiro, membro da Academia Brasileira de Neurologia e neurologista do São Vicente de Paula (RJ); Helga Cezar, assessora pedagógica da Saraiva.