ESTILO DE VIDA

Inteligência: conheça as áreas do cérebro responsáveis por ela

Diversas áreas do cérebro humano estão envolvidas em nosso processo de inteligência. Conheça e entenda a função de todas elas!

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/08/2016 às 19:21
Atualizado às 21:00

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

O que é a inteligência humana? Para a psicologia, ela pode ser a habilidade de conhecer, entender, aprender e resolver problemas ou o que nos permite compreender e adaptarmo-nos às novas situações. Mas como ela funciona? Do ponto de vista psicofisiológico, a inteligência está relacionada à habilidade do córtex cerebral em fazer associações de informações, percepções e sensações.

Inteligência: conheça as áreas do cérebro responsáveis por ela

FOTO: Shutterstock.com

Cérebro e inteligência

Segundo a psiquiatra e neurocientista Célia Cortez, “no córtex cerebral, há áreas específicas que processam dados memorizados e os associam aos dados novos ou de entrada, e a inteligência depende da habilidade ou competência dos processos que determinam a ativação e formação de circuitos neuronais. Essa competência é totalmente dependente da dinâmica bioquímica e biofísica dessas áreas e das suas respectivas vias aferentes e eferentes”.

As vias aferentes são as que trazem dados que alimentam os processamentos, enquanto as eferentes formam a saída dos dados processados. Dessa maneira, todas as formas de inteligência dependem da estrutura morfológica do cérebro. Algumas delas dependem de todo o sistema nervoso.

O início da inteligência, do ponto de vista filogenético, começa com o surgimento dos neurônios associativos, “pois eles possibilitam a formação de padrões complexos de circuitos neuronais, dando início à formação de circuitos lógicos de memória e de processamento”, explica a psiquiatra.

Leia também:

Inteligência emocional: dicas para estimular a sua

Conheça a Teoria das Inteligências Múltiplas: 8 formas diferentes de classificar gênios

Texto: Érica Aguiar – Edição: Victor Santos

Consultoria: Célia Cortez, psiquiatra, neurocientista e presidente da Associação Brasileira de Hipnose (ASBH); Fernando Santos Osório, docente do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da Universidade de São Paulo (USP), em São Carlos; Flávio Soares Corrêa da Silva, professor associado do Instituto de Matemática e Estatística da USP em São Paulo; João Alexandre Borba , master coach trainer e psicólogo; Mendel Suchmacher, membro do American College of Physicians.