Chegou a hora de procurar um geriatra? Veja qual é o tempo certo de buscar auxílio na terceira idade!

É natural e até recomendado que os cuidados médicos, como exames periódicos, se intensifiquem com o passar dos anos para que, desse modo certas doenças decorrentes da idade sejam prevenidas. Saiba em que momento deve-se ficar atento para procurar um geriatra na terceira idade e, além disso, veja dicas para ter muita qualidade de vida durante o processo de envelhecimento.

None
O geriatra não auxilia no tratamento de doenças, mas também, na prevenção de diversos males! FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/01/2018 às 15:30
Atualizado às 15:30

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Envelhecer de maneira saudável tem sido uma preocupação crescente da maioria das pessoas. Mas você sabe quando é a hora de procurar um Geriatra e como este especialista pode ajudar na saúde do idoso? Segundo dra Aline Thomaz, médica geriatra na Rede de Hospitais São Camilo de SP, quando a pessoa a partir dos 60 anos deseja se preparar para um envelhecimento ativo e saudávele não dispõe de um bom clínico geral, a busca por um profissional geriatra deve ser a mais precoce possível.

“O geriatra cuida dos aspectos físicos, mentais e psicossociais do idoso. Este profissional deve ser procurado ainda quando forem levantadas dúvidas como: que tipo de médico devo procurar para tratar este sintoma? Ou ainda, “não aguento mais ir a tantos médicos, será que não há um médico que resolva a maior parte dos meus problemas?” Para estas questões a resposta será: Procure um geriatra!”, afirma a médica. Veja, a seguir, qual é a hora de procurar um geriatra!

 Afinal, o que um geriatra faz?

Importante lembrar que a geriatria abrange desde a promoção de um envelhecer saudável até o tratamento e a reabilitação do idoso. O processo de envelhecimento impacta no comportamento do organismo, demandando abordagens diferenciadas, assim como crianças e jovens apresentam especificidades que são tratadas pelo pediatra.

Por isso, a consulta ao geriatra contempla escalas e testes dentro de uma avaliação geriátrica ampla, o que torna a consulta mais demorada. Neste momento é importante que o paciente tire todas as suas dúvidas sobre o que fazer para ter um envelhecimento melhor, mais ativo e com menos limitações.

“Normalmente os pacientes têm dúvidas de prevenção em relação a doenças como o câncer, Parkinson e Alzheimer, prática de exercícios físicos e preocupações com a memória”, reforça a geriatra.

Qualidade de vida lá em cima!

Durante a consulta o objetivo do médico geriatra é detectar as incapacidades e fazer o planejamento terapêutico e de reabilitação. O profissional deve focar não só o diagnóstico e tratamento de doenças específicas, mas principalmente a manutenção e recuperação da capacidade funcional do idoso. Muitas vezes o geriatra irá atuar em conjunto com uma equipe multidisciplinar: gerontólogo, enfermeira, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente social, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, além das demais especialidades médicas clínicas e cirúrgicas.

Pequenas mudanças

Clique nas fotos abaixo e confira dicas para viver bem durante o processo de envelhecimento.

LEIA TAMBÉM

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.