Hipertensão pulmonar: conheça a doença e seus sintomas

A hipertensão pulmonar ainda é pouco conhecida pelas pessoas, mas precisar ser tratada com atenção, pois oferece riscos à saúde.

None
O médico deve ser informado de todos os sintomas para chegar ao diagnóstico correto. Foto Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 09/05/2017 às 10:21
Atualizado às 13:46

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Quando se fala em hipertensão, ou pressão alta, imediatamente é feita uma associação da doença com o coração, órgão responsável por bombear o sangue através das artérias em direção a todo o corpo. Porém, a hipertensão não se restringe ao sistema cardíaco e também pode acometer os vasos sanguíneos dos pulmões, o que se vê nos casos de hipertensão pulmonar (HAP).

O problema tem, entre suas causas, defeitos genéticos do coração, coágulos sanguíneos (embolia pulmonar), fibrose pulmonar, medicamentos contra obesidade, doença na válvula cardíaca, infecção por HIV, apneia e disfunções de tireoide, sejam elas de hipertireoidismo ou hipotireoidismo.

Cooperação essencial

O trabalho entre coração e pulmão no corpo é intermitente — o que significa que não para nunca — e também interdependente. O coração pode ser descrito como uma autêntica bomba hidráulica, dividida entre a metade direita, que serve de entrada para o sangue que chega das veias, e a metade esquerda, onde as artérias realizam a função de bombeá-lo para as demais partes do corpo.

A hipertensão pulmonar deve ser tratada da maneira correta a fim de evitar problemas mais graves.

A hipertensão pulmonar deve ser tratada da maneira correta a fim de evitar problemas mais graves. FOTO: iStock.com/Getty Images

Porém, nesse curtíssimo espaço de tempo entre a chegada e a partida, o sangue “usado”, depois de irrigar o restante do organismo com oxigênio e nutrientes, necessita de uma passagem pelos pulmões para ser limpo. Então, ele é imediatamente enviado para lá, onde o ar puro que respiramos é direcionado e usado para o processo de oxigenação sanguínea. Enfim, depois de passar uma segunda vez pelo coração, o sangue “novo” segue seu caminho.

A hipertensão pulmonar é marcada por um estreitamento dos vasos sanguíneos do pulmão, dificultando a primeira etapa desse processo. Por isso mesmo, pode ser comprovada quando se constata um inchaço no lado direito do coração, que fica sobrecarregado. O artigo Hipertensão arterial pulmonar e doenças da tireoide, publicado no Jornal Brasileiro de Pneumologia, em 2009, ressalta o fato de haver uma correlação entre o mau funcionamento da glândula tireoide e a hipertensão pulmonar, com base em vários estudos anteriores que já haviam descrito os efeitos do hipertireoidismo e do hipotireoidismo no sistema respiratório.

Sintomas de hipertensão pulmonar

Além da deficiência respiratória e frequência cardíaca acelerada, que podem provocar cansaço e fraqueza, a hipertensão arterial pulmonar tem também como sintomas inchaços dos tornozelos e das pernas, lábios ou pele azulados (a cianose), dor ou pressão no peito e desmaios ou vertigens. Entre os exames capazes de detectar o problema, estão ecocardiograma, cateterização cardíaca e tomografia computadorizada do tórax. Ainda não há cura conhecida, somente formas de amenizar a doença e conviver com ela de uma maneira segura para a saúde.

LEIA TAMBÉM:

TAGS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.