Dicas de como melhorar os hábitos alimentares das crianças

Os hábitos alimentares das crianças podem fazer a diferença no futuro, pois é desde cedo que elas aprendem a reconhecer e saborear nutrientes essenciais!

None
Os pais precisam ser exemplos para os filhos no quesito alimentação Foto shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 18/05/2017 às 09:15
Atualizado às 09:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A alimentação dos filhos precisa ser pensada pelos pais, afinal, eles são os grandes influenciadores do pequeno. Por isso, ser um exemplo ou  incentivar uma alimentação saudável fará bastante diferença na vida deles, pois a forma que se aprende comer nessa idade pode ser levada até a vida adulta. Veja como melhor os hábitos alimentares das crianças, conheça os alimentos que devem ser incluídos no prato do seu filho e saiba mais sobre os possíveis vilões para a saúde dele.

mãe alimentando sua filha

Nessa idade, os pequenos dependem dos pais para conhecer os alimentos que são saudáveis ou não. FOTO: shutterstock.com

Quantidade é qualidade?

Não é difícil encontrar pais que acreditem que, quanto mais os filhos comem, melhor estão se alimentando. Porém, o conceito de comer bem se explica de outra forma: é preciso ingerir alimentos de forma inteligente e saudável, sempre levando em consideração a diversidade de cores e sabores. “Comer bem, especialmente no âmbito da alimentação infantil, significa se alimentar de forma variada, sempre estando atento ao prato colorido”, explica a nutricionista Mariele Marcatto.

Assim, ao montar o prato dos pequenos, é necessário ficar atento a uma palavra: equilíbrio. É possível sempre fazer as melhores escolhas, acrescentando alimentos que forneçam benefícios ao organismo, mesmo que seja em quantidade menor a que os pais estavam acostumados.

meninos comendo

É importante que os pequenos conheçam os alimentos e aprendam a gostar para que a alimentação seja algo natural e não forçado. FOTO shutterstock.com

Nutrientes necessários

Todos os nutrientes são responsáveis por alguma função no organismo, variando de acordo com a faixa etária da pessoa. “É importante que a criança coma (ou ao menos tenha provado) todos os tipos de verduras, legumes, carnes e frutas. Não existe um nutriente que seja mais ou menos importante, pois cada um desempenha um papel, principalmente, durante essa fase de desenvolvimento humano”, justifica a profissional.

Por outro lado, é necessário que a adição de açúcar e de sal em todos os alimentos seja evitada até que a criança tenha, pelo menos, 1 ano. “É fundamental entender, também, que a criança possui um tipo de alimentação adequada em cada faixa etária. Portanto, todo alimento, seja com o excesso ou com a falta, pode gerar problemas a curto ou a longo prazo”, esclarece Mariele.

hábitos alimentares das crianças

Na hora de montar a lancheira do seu filho, aposte em combinações saudáveis e nutritivas. FOTOistock.com/getty images

Não se engane!

Em muitos casos, os pais costumam misturar alimentos com a intenção de fornecer ainda mais nutrientes para os filhos. Contudo, o que muitas pessoas não sabem é que determinadas combinações podem impedir a absorção de um dos nutrientes envolvidos na mistura. “O consumo de cálcio (leite e derivados) logo após a ingestão de alimentos ricos em ferro (carnes e verduras) pode diminuir a absorção do ferro. Então, é importante que os pais entendam que aquele hábito de dar uma mamadeira logo após o almoço não é saudável”, afirma a profissional. Confira duas combinações que não são benéficas:

  • Presunto e queijo: o ferro existente no presunto competirá com o cálcio do queijo
  • Café com leite: o leite – fonte de cálcio, vitamina C e ferro -, perde seus nutrientes quando misturado com o café, já que a cafeína dificulta a absorção dessas substâncias

menino tomando suco verde

Os sucos são uma alternativa de como combinar alimentos nutritivos. FOTO shutterstock.com

Combine e ganhe vantagens

Quando os nutrientes dos alimentos interagem entre si trazem inúmeros benefícios à saúde. Por exemplo: “A combinação de alimentos ricos em vitamina C (acerola, laranja, limão ou abacaxi) e alimentos de origem vegetal (verduras e leguminosas) aumenta a absorção de ferro existente nesse tipo de alimento, então, é importante que a criança consuma, por exemplo, feijão, acompanhado de um suco de fruta cítrica”, completa Mariele.

Consultoria Mariele Marcatto, nutricionista

Leia também:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.