Grão-de-bico protege contra depressão e ajuda no bem-estar

O consumo de grão-de-bico protege contra depressão e ajuda na busca pelo bem-estar. Conheça mais sobre o alimento e aproveite seus benefícios!

None
O grão-de-bico protege contra depressão e favorece a saúde como um todo. FOTO Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 06/07/2017 às 13:34
Atualizado às 12:16

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Apesar do trocadilho infame, não adianta fazer bico pro grão. Afinal, o grão-de-bico é um alimento riquíssimo em proteína e minerais que ajudam a combater a anemia, proteger o coração, prevenir a prisão de ventre e até melhorar o humor, acabando com o desânimo e depressões leves. “O grão-de-bico faz parte do grupo de leguminosas, sendo uma importante fonte de proteína de origem vegetal, fibras, vitaminas e minerais como magnésio, fósforo, potássio, cálcio, ferro, vitamina E e vitaminas do complexo B. Por conta desses nutrientes, o consumo de grão-de-bico protege contra depressão, auxilia no funcionamento intestinal e previne anemia”, explica a nutricionista clínica Alessandra Coelho.

Tristeza e depressão

“Um fator importante do grão-de-bico é a presença de um aminoácido, o triptofano, que participa da produção de serotonina, hormônio importante na sensação de prazer, bem-estar e confiança”, afirma a nutricionista. Ou seja, o consumo de grão-de-bico protege contra depressão, tristeza e desânimo, pois aumenta a produção de serotonina.

Preparo e consumo

Embora seja um pequeno grão, esse alimento não é tão simples de ser preparado, precisando ser cozido na panela de pressão. Para isso, deixe o grão-de-bico de molho em água fervente, durante 2 horas, ou em água fria por 8 horas. Coloque na panela de pressão, bem tampada, e deixe cozinhar de 10 a 15 minutos após pegar pressão. O grão-de-bico pode ser consumido em saladas, sopas, caldos, pastas, patês e pratos típicos, como o falafel (sírio-libanês).

Consultoria Alessandra Coelho, nutricionista clínica

LEIA TAMBÉM:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.