Gota: veja as razões desse problema e os grupos de risco!

As dores e desconfortos causados pela gota atrapalham a vida de muita gente! Saiba os motivos pelos quais ela ocorre e como evitar o problema!

None
FOTO: Shutterstock

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/11/2016 às 11:18
Atualizado às 11:57

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Um dos tipos de artrite existentes leva o nome de gota, que pode se manifestar de duas diferentes: a aguda, que causa dor e desconforto específico em uma única articulação, e a crônica, que pode atingir diversas articulações, se manifestando repetidas vezes durante a vida do portador. Abaixo, você conhece um pouco mais sobre a doença, que pode ter desde o histórico familiar até o consumo excessivo de bebidas alcoólicas como causas.

gota-dor

FOTO: Shutterstock

O que é?

Também conhecida como “Doença dos Reis”, a gota ocorre no organismo quando existe um acúmulo de uma substância chamada ácido úrico na corrente sanguínea, mais precisamente em torno das articulações. “A gota é um processo inflamatório das articulações, principalmente dos pés, mais especificamente no dedão. Ela também pode acometer os tornozelos e os joelhos e caracteriza-se pelo aumento do ácido úrico no organismo. Existe a gota pelo aumento da produção do ácido úrico e também a gota pela diminuição na eliminação desse ácido do organismo. Ambos os casos vão gerar desequilíbrio no organismo”, comenta a reumatologista Tatiana Molinas Hasegawa.

Embora antigamente (milhares de anos atrás, quando a doença já fazia parte do cotidiano das pessoas) a má alimentação era tida com a principal causa da gota (já que costumava atingir as altas classes sociais, que tinham acesso a alimentos mais caros e gordurosos), hoje, o uso excessivo de medicamentos diuréticos, assim como a ausência de uma enzima nos rins capaz de eliminar o ácido úrico, são algumas possibilidades.

gota

FOTO: Shutterstock | DESIGN: Diego Melo

Sintomas

Como a área mais afetada por esse problema são os pés, o principal sintoma da doença é o inchaço dessa região, acompanhado de dor intensa. A crise, que pode durar até 10 dias, passa naturalmente, no entanto, se não tratada devidamente, pode voltar mais vezes, comprometendo a qualidade de vida do paciente. Além disso, se o problema não for solucionado, as articulações são comprometidas com o tempo, causando danos graves à saúde.

gota-raio-x

FOTO: Shutterstock

Diagnóstico e tratamentos

Se o médico desconfiar que os sintomas apresentados são de gota, ele provavelmente pedirá um exame que para detectar a presença de cristais de monorauto de sódio no líquido aspirado da articulação em questão. Se confirmada, o tratamento deverá ser iniciado. Para isso, medicamentos que diminuam a taxa de ácido úrico no sangue serão empregados, além de compressas de gelo no local, em busca de alívio da dor e do inchaço.

Como prevenir

Embora a doença possa aparecer em pessoas que estejam fora dos grupos de risco, manter uma dieta equilibrada com a ingestão adequada de água e limitar o consumo de álcool colaboram para diminuir as chances de desenvolvê-la.

Texto: Paula Santana

Consultoria Ari Halpern, reumatologista do Hospital Albert Einstein (SP)

LEIA MAIS

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.