ESTILO DE VIDA

O que é Gaslighting? Descubra se está sendo vítima desse abuso

Você sabe o que é Gaslighting? O termo em inglês tem a ver com abuso emocional e psicológico que muitas mulheres sofrem no relacionamento. Entenda

None
FOTO: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/09/2016 às 14:38
Atualizado às 15:19

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

Na última semana, uma notícia séria invadiu as redes sociais e surpreendeu muita gente com o termo “gaslighting“. Uma universitária revelou que sofreu um abuso sexual e também violências psicológicas do ex namorado, que a fazia sentir que estava ficando louca e só poderia continuar vivendo com a ajuda dele. Mas você sabe o que significa essa palavra tão importante?

“Você é louca”, “acho que você está surtando”, “calma, era brincadeira”, “você é sensível demais, relaxa”, “tá de TPM?”. Quantas vezes as mulheres já não escutaram essas frases quando ficaram chateadas ou bravas com alguma situação? Essa técnica de manipulação emocional, chamada de gaslighting, acontece com muita frequência em relacionamentos.

Casal, sentados, tristes, cada um no seu lado, falta de diálogo e vida sexual desanimada

FOTO: iStock.com/Getty Images

De acordo com o wikipédia, o gaslighting é “uma forma de abuso psicológico em que informações são distorcidas ou inventadas com a intenção de fazer a vítima duvidar de sua própria memória e sanidade“.

Se seu parceiro diz esse tipo de coisa para você, te deixando para baixo, desanimada, insegura ou triste, é hora de questionar essa relação. Esse abuso emocional consegue fazer com que a vítima pare de confiar em simesma, se sentindo mais vulnerável, e até se prendendo mais ainda dentro de um relacionamento que faz mal, sem conseguir sair por medo ou insegurança. 

Mulher triste

FOTO: iStock.com

Existem diferentes “formas” de gaslighting que um parceiro abusivo pode fazer:

Retenção

Ele finge que não entende a situação ou se recusa a te escutar.
Por exemplo: “Eu não quero ouvir isso de novo”, “não quero saber o que você acha”. 

Contestação

Ele questiona a sua memória, dando a entender que você se esquece ou se confunde com facilidade.
Por exemplo: “Você nunca lembra das coisas direito”, “não foi assim que aconteceu”, “você está ficando louca”.

Banalização

Ele diminui a importância dos seus sentimentos e necessidades.
Por exemplo: “Você é sensível demais”, “Você vai ficar brava por algo tão bobo?”, “não seja exagerada”. 

Bloqueio ou Desvio

Ele muda de assunto quando você o questiona e tenta virar o jogo da situação.
Por exemplo: “Você está imaginando coisas”, “essa é outra ideia maluca que alguém te deu?”. 

Esquecimento ou Negação

Ele finge que esqueceu o que realmente aconteceu ou nega coisas, como promessas ou compromissos.
Por exemplo: “Não sei do que você está falando”, “eu nunca disse nada disso”, “você imagina coisas demais”. 

Mulher, branca, linda, morena, sozinha, sentada no meio da rua, triste

FOTO: iStock.com/Getty Images

Como descobrir se estou sofrendo gaslighting?

De acordo com a escritora e psicanalista Robin Stern, no livro “O Efeito Gaslighting“, existem alguns sinais que podem te ajudar a descobrir se você está sendo vítima desse abuso:

1. Você duvida de si mesma o tempo todo.

2. Você se sente confusa ou até maluca constantemente.

3. Você está o tempo todo pedindo desculpas ao seu parceiro. 

4. Você não entende por que não se sente mais feliz, mesmo com coisas boas acontecendo na sua vida.

5. Você cria desculpas para justificar o comportamento do seu parceiro para seus amigos, sua família ou até para você mesma. 

6. Você esconde alguns fatos sobre seu parceiro dos seus amigos e da sua família para não precisar explicá-los, ou inventa desculpas.

7. Você sente que tem algo errado, mas não consegue expressar exatamente o que é. 

8. Você sente dificuldade em tomar decisões fáceis.

9. Você sente que costumava ser outra pessoa – mais confiante, alegre, relaxada ou divertida.

10. Você se sente constantemente desanimada ou desesperançosa.

11. Você sente que não consegue fazer nada certo. 

12. Você se pergunta se é “boa o suficiente”.

Se você já identificou três ou mais desses sintomas dentro da sua relação, é importante procurar ajuda de amigos, familiares ou psicólogos. Não existe nada mais importante do que sua saúde mental e ter um amor saudável, né? 🙂

LEIA TAMBÉM