ESTILO DE VIDA

Garganta: saiba diferenciar os tipos de inflamações que ela pode sofrer!

Na garganta é onde começa o tecido imunológico, células responsáveis pela defesa do corpo. Portanto atente-se às inflamações que ela pode ter. Confira!

None
Foto Istock.com/Getty images

por Redação Alto Astral
Publicado em 05/10/2016 às 20:17
Atualizado às 20:55

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A garganta é o local onde se inicia o tecido imunológico, grupo de células responsável pela defesa do corpo. Ao inspecionar o que entra, entre uma limpeza e outra, pode ocorrer uma batalha contra possíveis invasores – seja vírus ou bactérias. Esses elementos podem comprometer toda a região, principalmente pela boca ser uma porta de entrada de fácil ocupação, causando a famosa dor de garganta. Porém, você sabia que a dor pode atingir 3 partes distintas da garganta caracterizando cada tipo de infeção? Confira!

mulher com dor na garganta

Foto Istock.com/Getty images

FARINGITE

É a inflamação da faringe, região do corpo que liga o nariz, a boca, esôfago e a laringe. De acordo com o otorrinolaringologista Márcio Freitas, a faringe é a parte da garganta que conseguimos visualizar quando se abre bem a boca. A infecção é causada, principalmente, por vírus. “Os sintomas variam conforme a intensidade do quadro, mas, normalmente, o paciente apresenta coceira ou dor na garganta, febre e aumento dos gânglios do pescoço com dor no local”, afirma o otorrino. No tratamento são utilizados medicamentos com o analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar os sintomas, além de repouso, ingestão de água e gargarejo. “Vale ressaltar que não se deve interromper a medicação quando os sintomas melhoram, pois pode ser provocada resistência do invasor, dificultando o tratamento”, explica Márcio.

mulher com dor de garganta

Foto Istock.com/Getty images

AMIGDALITE

Caracteriza-se por ser uma inflamação nas amígdalas – tecidos arredondados localizados na faringe. Os sintomas são parecidos com os da faringite, porém são mais localizados. O paciente pode sentir uma dor intensa, dificuldade para engolir, febre, mal-estar e aumento dos gânglios do pescoço. Se as amígdalas estiverem inchadas e a região avermelhada com a presença de pus significa que a infecção foi causada por uma bactéria. Você pode senti-las apalpando a região acima do pescoço, conhecida como papo. Para tratar, são utilizados medicamentos com o analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar os sintomas. Nas formas bacterianas, pode ser necessário o uso de antibióticos. Recomenda-se o repouso, ingestão de água e gargarejo.

Leia também: 

LARINGITE

É a inflamação da laringe, região abaixo da faringe, onde ficam as cordas vocais. Causada, principalmente por vírus e não é possível vê-la sem a ajuda de aparelhos médicos. Seus sintomas são: voz rouca ou sem voz, tosse, febre, dor local e até dificuldade respiratória. No seu tratamento são usados medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar os sintomas. Assim como os casos anteriores, não interrompa a medicação para que ela possa ter efeito.

Consultoria Márcio Freitas, otorrinolaringologista