ESTILO DE VIDA

Freud e a psicanálise explicam a origem das fobias

Segundo a teoria psicanalítica de Freud, as fobias se caracterizam como um medo escondido do consciente por um mecanismo de defesa.

None
FOTO: Shutterstock.com

por Redação Alto Astral
Publicado em 23/08/2016 às 19:29
Atualizado às 20:59

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É possível concluir que as fobias podem ter origem no inconsciente quando quem possui o distúrbio não tem conhecimento de quais são os processos relacionados e o que causa o mal-estar físico e psicológico.

Utilizando as bases da psicanálise, é possível entender o processo da fobia, “pois essas reações não aconteceram de forma consciente por vontade da pessoa, mas sim por uma questão de mecanismos relacionados à sobrevivência humana”, explica Analu Ianik Costa, psicóloga.

Acesso à fonte

“Para o tratamento de fobias, é importante que o psicólogo e psicanalista auxiliem a pessoa a tornar conscientes esses processos inconscientes, a fim de que o medo seja racionalizado, além de também ensinarem técnicas para que ela possa controlar sozinha os sintomas assim que eles apareçam”, explica João Jorge Cabral Nogueira, psiquiatra e hipniatra.

Conforme o tratamento avançar, os sintomas vão desaparecendo e, então, o cérebro e o corpo memorizam que aquela situação, objeto ou animal não representam mais um perigo real e, assim, fazendo com que o mal-estar psicológico e físico também diminuam.

Freud explica!

Freud fobias

FOTO: Shutterstock.com

A fobia pode ser explicada pelas teorias freudianas como uma causa de um mecanismo de defesa do consciente. A repressão, explicada por Freud como a supressão de tudo aquilo que o consciente julga prejudicial e, consequentemente, descartado no inconsciente, pode retornar futuramente como uma fobia.

O medo – agora reprimido no inconsciente – fica oculto até ser ativado por alguma situação que lembre à original. Assim, desenvolve-se um transtorno mental que acaba escondido do consciente da pessoa, dificultando seu acesso para tratamento.

Veja mais:

Fobia é mais do que um simples medo

Conheça algumas fobias pouco comuns

Como vencer a fobia? Confira algumas terapias

Consultorias: Analu Ianik Costa, psicóloga; João Jorge Cabral Nogueira, psiquiatra, hipniatra, autor do livro Autoscopia: terapia mente-corpo-quântica (Instituto Amanhecer, 2013) e presidente da Associação Brasileira de Hipnose (ASBH).

Texto: Giovane Rocha/Colaborador – Entrevistas: Giovane Rocha e Natália Negretti – Edição: Augusto Biason/Colaborador