ESTILO DE VIDA

Frango com batata-doce: perca peso com essa dupla poderosa!

Combinar frango com batata-doce ajuda a manter o corpo em forma e ainda reduz medidas, sem deixar de lado a saúde e o sabor à mesa

None
Foto: iStock.com/Getty Images

por Redação Alto Astral
Publicado em 27/06/2017 às 14:10
Atualizado às 12:15

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

A mistura frango com batata-doce é a queridinha das celebridades, dos marombeiros e dos atletas que querem perder peso e ganhar massa muscular magra. Mas qual a vantagem de incluir frango com batata-doce na dieta? Realmente ajuda a emagrecer de forma saudável? Como deve ser o consumo? A dieta deve ser restritiva? Para esclarecer essas e outras dúvidas conversamos com as nutricionistas Maiara Fidalgo, nutricionista da Fluyr Saudável, Clínica de Combate à Dor e ao Estresse, de São Paulo; Brigitte Olichon, coordenadora da residência multiprofissional da Faculdade de Medicina de Petrópolis, Rio de Janeiro e Thamiris Quirino, também nutricionista. Confira!

Frango com batata-doce: combinação poderosa

Rica em fibras, vitaminas A e B, fósforo, ferro, cálcio e potássio, a batata-doce é um carboidrato complexo altamente nutritivo que, além de fornecer a energia necessária para a prática de atividade física, tem poder anti-inflamatório e ajuda no sistema imunológico. Ela armazena glicogênio muscular, ideal para exercícios prolongados e capaz de proporcionar bom desempenho nas atividades físicas. E quando é ingerida junto com o frango, que é uma proteína mais magra e rica em aminoácidos, promove saciedade por mais tempo e auxilia no ganho de massa muscular, além de ajudar a manter o corpo em forma. “É uma mistura de carboidrato de baixo índice glicêmico com uma proteína de alto valor biológico. Essa combinação é bastante usada por praticantes de atividades físicas, pois a batata-doce fornece energia liberada lentamente, previne a fadiga durante o treino e promove maior saciedade. O frango está relacionado ao reparo muscular. Não necessariamente é preciso praticar atividade física para fazer uso desses alimentos, pois eles são fontes de diversos nutrientes”, comenta a nutricionista Thamiris Quirino.

Nem menos, nem mais!

Contudo, apesar de essa combinação ajudar a perder peso, a nutricionista Brigitte Olichon alerta que restringir o cardápio apenas a esses alimentos não é saudável. “A combinação não é completa. Faltam gorduras, que poderiam ser encontradas na gema do ovo, nos vegetais folhosos, nas frutas e nas leguminosas, por exemplo. Quem faz uso de uma dieta restrita a esses dois alimentos corre o risco de ter déficit de diversos outros nutrientes essenciais. Ajuda a emagrecer? Sim. Afinal, toda dieta restritiva, em algum momento, principalmente quando associada à atividade física, ajuda a emagrecer. Porém, isso acontecerá de forma inadequada”, afirma. Ainda segundo Brigitte, ninguém consegue realizar uma dieta monótona por muito tempo, portanto, uma hora abandonará tudo e cairá “de boca” em outros alimentos, muitas vezes não saudáveis. “O organismo, na falta de outros nutrientes, entende que o corpo está ‘doente’ e aproveita a primeira oportunidade para recuperar tudo de novo, colocando todo o esforço a perder. O excesso de proteína sempre é prejudicial, pois toda e qualquer proteína vira aminoácido para ser absorvido, e ele tem funções muito específicas. Por isso, nunca deve ser de menos nem de mais”, complementa a nutricionista.

Há restrição?

De acordo com a nutricionista Maiara Fidalgo, o ideal é avaliar cada caso com um profissional. “Pessoas diabéticas precisam controlar a ingestão de batata-doce e pacientes com insuficiência renal crônica devem controlar a ingestão de frango e ovos, pois o excesso de proteína pode ser prejudicial”, diz.

Consumo ideal

E como ingerir essa mistura de forma saudável e ainda aproveitar os benefícios da perda de peso? Brigitte, nutricionista, explica: “podemos comer batata-doce diariamente, como opção de carboidrato, no almoço e no jantar. Em alguns lugares do interior do país, existe até o hábito de substituir o pão pela batata-doce. O ideal é variar todos os dias: batata-doce, arroz integral, fubá, macarrão integral, ou aipim. Cada alimento fornece nutrientes diferentes em quantidades distintas e a variedade alimentar garante que tenhamos um tanto de cada um. Quanto ao frango e à clara de ovo, ambos são opções de proteína de alto valor biológico e devem estar presentes nas principais refeições do dia. Mas eles também podem ser substituídos por outra carne magra, peixe ou até mesmo pelas leguminosas (feijões) e oleaginosas (castanhas) entre os vegetarianos. A variedade é fundamental para cobrir todas as necessidades do organismo. Comê-los em todas as refeições do dia poderia levar a um ganho de peso (já que a batata-doce é um carboidrato) e a uma sobrecarga proteica”.

Texto: Redação Alto Astral | Consultoria: Brigitte Olichon, nutricionista coordenadora da residência multiprofissional da Faculdade de Medicina de Petrópolis, Rio de Janeiro; Maiara Fidalgo, nutricionista da Fluyr Saudável, Clínica de Combate à Dor e ao Estresse, de São Paulo; Thamiris Quirino, nutricionista; Fernanda Machado, nutricionista

LEIA TAMBÉM