Pesquisas apontam os benefícios de ter filhos depois dos 30 anos

Cada vez mais mamães estão priorizando a carreira e os estudos durante a juventude, para ter filhos depois dos 30 anos. Veja os benefícios dessa escolha!

None
Foto: Divulgação

por Redação Alto Astral
Publicado em 08/02/2017 às 14:35
Atualizado às 13:33

COMPARTILHEShare to WhatsappShare to FacebookShare to LinkedinShare to TwitterShare to Pinteres

É cada vez mais comum que estudos e pesquisas mostrem os benefícios de ter filhos depois dos 30 anos. A maturidade emocional, segurança financeira e maior equilíbrio para lidar com essa situação na vida está conquistando mais e mais mulheres na “flor da idade”. Confira algumas razões para acreditar que ser mamãe depois dos 30 é uma boa ideia!

mulher-gravida

Foto: Divulgação

1. Maior maturidade 

Uma das maiores razões para as mamães escolherem a maternidade tardia tem a ver com o processo de maturidade. Com o passar dos anos, é mais provável que as mulheres se sintam mais preparadas para cuidar de uma criança. No ano de 2015, uma pesquisa do IBGE mostrou que houve um aumento significativo de mães com 30 e 34 anos (20,3%) e 35 a 39 anos (10,5%), de acordo com o Globo. Em outro estudo feito pelo Ministério da Saúde em 2014, até 1999 apenas 22,5% das mulheres deixavam para ser mãe aos 30 anos. Hoje em dia, esse índice subiu para 30,2%. Ou seja, cada vez mais mulheres estão preferindo ser mamães depois dos 30!

2. Segurança financeira 

É também por volta dos 30 que boa parte das mulheres já está bem estabelecida financeiramente. Nas últimas décadas, cada vez mais elas têm escolhido priorizar a carreira e os estudos e deixar a responsabilidade de ter um bebê para depois dos 30 ou 40 anos. Isso ajuda a encarar com mais facilidade as mudanças da gravidez, passar por menos dificuldades financeiras e ter mais equilíbrio e maturidade para lidar com a maternidade.

Atualização no WhatsApp

Foto: Divulgação

3. Vida mais saudável 

A maternidade provoca inúmeras mudanças na vida das mulheres. A mudança de hábitos é um desses exemplos, já que é muito comum que as mulheres abandonem práticas de vida poucos saudáveis para poder cuidar bem do bebê. Uma pesquisa do site BabyCenter mostrou que mais de 10 mil mães mudaram ou melhoraram seus hábitos de vida, como prestar mais atenção à sua saúde desde que o bebê nasceu; 83% das mulheres disseram que estão comendo melhor ou mudando a dieta; 65% se exercitam mais e 57% se sentem mais propensas a visitar o médico com maior frequência.

4. Melhora o cérebro 

Um outro estudo produzido pelo jornal da Sociedade Americana de Geriatria avaliou 830 mulheres e chegou à conclusão de que a maternidade influencia positivamente no funcionamento do cérebro das mulheres. A pesquisa mostrou que mulheres que tiveram filhos depois dos 35 anos tinham uma memória verbal melhor do que aquelas que engravidaram aos 20. Os neurologistas defendem a ideia de que quanto mais tardia for a gravidez, maior a possibilidade de ter mudanças benéficas no cérebro depois da gestação.

ter filhos depois dos 30

Foto: Reprodução/Shutterstock

5. Viver mais

Já a pesquisa realizada pelo projeto “The Long Life Family Study“, uma parceria entre o Instituto Nacional de Envelhecimento e o Instituto Nacional de Saúde do Estados Unidos , chegou a uma conclusão super interessante: mulheres que têm filhos depois dos 30 anos vivem mais! “Essa pesquisa sugere que ter o último filho mais tarde reduz o ritmo do envelhecimento. Se hereditário, estará associado com variantes genéticos agindo de uma forma excepcional”, escreve a Dra. Nicole Schupf, professora da Universidade de Medicina da Columbia.

LEIA TAMBÉM 

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

Ao assinar nossa newsletter, você concorda com os termos de uso do site.